O papel do cipeiro na empresa

Se você tem curiosidade sobre o papel do cipeiro na empresa. Então, confira o texto!

Apesar do termo “cipeiro” não se encontrar listado nos dicionários, trata-se de uma expressão bastante utilizada no âmbito do trabalho e se refere aos membros da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA.

Basicamente, os membros da CIPA têm o objetivo de melhorar as condições de trabalho, contribuindo para a prevenção dos acidentes e das doenças decorrentes do trabalho.

A constituição da CIPA é obrigatória às empresas que possuam empregados com vínculo de emprego, regido pela Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, conforme disposto na Norma Regulamentadora nº 05. Para saber mais sobre a obrigatoriedade de constituição da CIPA, por favor, confira o nosso outro texto: Quais empresas devem constituir a CIPA?

A CIPA consiste em uma composição paritária formada por representantes dos empregadores (por eles designados) e dos empregados (eleitos em escrutínio secreto), conforme o dimensionamento disposto no Quadro I da NR-05 (Dimensionamento da CIPA), com exceção as alterações disciplinadas em atos normativos para setores econômicos específicos.

A composição paritária da CIPA é de suma importância, pois possibilita o aperfeiçoamento das avaliações, negociações e a promoção dos assuntos relacionados à segurança e saúde dos trabalhadores.

Ebook GRO e PGR

Qual o papel do cipeiro na empresa?

O papel do cipeiro na empresa consiste na representação e proteção dos interesses dos trabalhadores no âmbito da segurança e saúde do trabalho, contribuindo para a melhoria das condições de trabalho.

Por isso, a importância de uma CIPA proativa, que dentro de suas possibilidades, colabore efetivamente para a solução, implementação e controle das ações preventivas. Em consequência, intensificando a conscientização, participação e vigilância dos empregados nas questões relativas à segurança e saúde no trabalho.

É interessante que o cipeiro tenha e/ou procure obter um conhecimento satisfatório em relação a determinadas disposições referentes à segurança e saúde no ambiente de trabalho, como os princípios gerais de metodologia de investigação e análise de acidentes e doenças ocupacionais. Diante disso, a importância do treinamento para os membros da CIPA, conforme disposto na Norma Regulamentadora nº 05.

Por fim, é papel do cipeiro empenhar-se no estabelecimento das boas práticas de relacionamento no ambiente de trabalho, para que possibilite aos empregados e empregadores o desenvolvimento de suas atividades com bastante harmonia, segurança, qualidade e produtividade.

Compartilhar o texto:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × quatro =