Importância do EPI – Equipamento de Proteção Individual

Saiba a importância do EPI na segurança do trabalho.

Equipamento de Proteção Individual, também conhecido como EPI, são equipamentos que auxiliam na diminuição dos riscos ao trabalhador. Entre a lista de EPIs podemos citar: óculos, protetor solar, cinto de segurança, protetores auriculares, máscara, luvas, capacete, botas e outros.

O uso do EPI é regulamentado pela Norma regulamentadora nº 06 do Ministério do Trabalho e Emprego – MTE, que garante ao trabalhador receber da empresa de forma gratuita os Equipamentos de Proteção Individuais – EPIs relativos à sua função, bem como serem adequados ao risco e estarem em perfeito estado de conservação e de funcionamento.

Além disso, o subitem 6.6.1 da NR-06 dispõe que:

6.6.1 Cabe ao empregador quanto ao EPI:

a) adquirir o adequado ao risco de cada atividade;
b) exigir seu uso;
c) fornecer ao trabalhador somente o aprovado pelo órgão nacional competente em matéria de segurança e saúde no
trabalho;
d) orientar e treinar o trabalhador sobre o uso adequado, guarda e conservação;
e) substituir imediatamente, quando danificado ou extraviado;
f) responsabilizar-se pela higienização e manutenção periódica; e,
g) comunicar ao MTE qualquer irregularidade observada.
h) registrar o seu fornecimento ao trabalhador, podendo ser adotados livros, fichas ou sistema eletrônico.

Assim como, o subitem 6.7.1 da NR-06 estabelece as responsabilidades do trabalhador:

6.7.1 Cabe ao empregado quanto ao EPI:

a) usar, utilizando-o apenas para a finalidade a que se destina;
b) responsabilizar-se pela guarda e conservação;
c) comunicar ao empregador qualquer alteração que o torne impróprio para uso; e,
d) cumprir as determinações do empregador sobre o uso adequado.

EPI – Proteção e Saúde

A principal função do EPI é garantir a proteção e a saúde do trabalhador, especialmente em caso de ocorrer algum acidente. Esses equipamentos minimizam o risco e as consequências de um acidente se este vier a ocorrer. Os EPIs devem ter o Certificado de Aprovação do Ministério do Trabalho.

É obrigação da empresa, através de seus supervisores e do setor de segurança do trabalho, exigir e fiscalizar a utilização correta dos EPIs pelos funcionários durante o período de trabalho. Também é responsabilidade da empresa fornecer treinamentos ao funcionário, para que saiba como utilizá-los corretamente.

Também é obrigação do trabalhador comunicar à seus supervisores e ao setor de segurança do trabalho qualquer dano ou problema identificado no EPI. No caso de perda ou dano, a empresa deve substituí-lo imediatamente. Mas é responsabilidade do trabalhador a manutenção e o uso adequado do equipamento de proteção, tal como mantê-lo em boa condição de uso e estar sempre limpos.

Tipos de EPIs

Os EPIs podem ser para:

  • Proteção visual;
  • Proteção do tronco;
  • Proteção para o corpo inteiro;
  • Proteção do sistema respiratório;
  • Proteção auditiva;
  • Proteção facial;
  • Proteção das mãos e braços;
  • Proteção de pele;
  • Proteção da cabeça;
  • Proteção de pernas e pés;
  • Proteção contra quedas.

Importância do EPI – Utilização:

A utilização do EPI é importante tanto para empregadores quanto para empregados. A redução no número de acidentes, na gravidade do acidente e nos afastamentos por doenças ocupacionais são alguns dos reflexos da importância do EPI. Estima-se que a redução do número de acidentes chegue a 80% com a utilização correta dos equipamentos de proteção individual. Pois, seu principal benefício é tornar o ambiente mais seguro e saudável.

É comum ouvir desculpas como “EPI é desconfortável” ou “EPI é caro”. Mas, saiba que os dois são grandes desculpas. Os equipamentos de proteção individuais são desenvolvidos de forma a se adaptar da melhor forma possível à anatomia do corpo, quando utilizados de forma correta e no tamanho correto, o desconforto é inexistente. Já em relação aos preços, estudos apontam que gasto em EPI representa menos de 0,05% dos investimentos de uma empresa.

Desenvolver a percepção dos riscos e incorporar no dia a dia da empresa as normas e regras de segurança do trabalho é a melhor forma de prevenir os acidentes. Portanto, a principal importância do EPI está na capacidade de ser incorporado a rotina de trabalho, resultando benefícios inestimáveis à segurança e a saúde do trabalhador.

Gostou do texto? Então, não deixe de compartilhá-lo:

2 Comentário

Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + 15 =