O que é FAP – Fator Acidentário de Prevenção

Ebook GRO e PGR

Se você procura saber o que é FAP, então está no local certo!

O que significa FAP?

Então, é importante destacar que a sigla FAP significa Fator Acidentário de Prevenção.

O que é FAP?

De acordo, a Resolução MPS/CNPS nº 1.316, de 31 de maio de 2010 do Ministério da Previdência Social – MPS, o Fator Acidentário de Prevenção – FAP trata-se de um multiplicador sobre a alíquota de 1%, 2% ou 3% correspondente ao enquadramento da empresa segundo a Classificação Nacional de Atividades Econômicas – CNAE preponderante, nos termos do Anexo V do Regulamento da Previdência Social – RPS, aprovado pelo Decreto nº 3.048, de 6 de maio de 1999. Esse multiplicador deve variar em um intervalo fechado contínuo de 0,5 a 2,0.

Basicamente, o FAP – Fator Acidentário de Prevenção trata-se de um instrumento do Ministério da Previdência Social que estabelece um determinado valor numérico, correspondente ao intervalo fechado contínuo de 0,5 a 2,0 multiplicado pelo seguro acidente de trabalho (1%, 2% ou 3%), referente ao risco da atividade principal da empresa ou instituição.

Quando surgiu a FAP?

O Fator Acidentário de Prevenção – FAP surgiu no sistema legislativo brasileiro em 08 de maio de 2003, através da lei nº 10.666, de 08 de maio de 2003, que dispõe sobre a concessão da aposentadoria especial ao cooperado de cooperativa de trabalho ou de produção e dá outras providências.

Atualmente, o FAP – Fator Acidentário de Prevenção está regulamentado pelo Decreto nº 3.048, de 6 de maio de 1999 (Aprova o Regulamento da Previdência Social), atualizado pelo Decreto nº 7.331, de 31 de maio de 2010.

Objetivo do FAP

Conforme, a Resolução MPS/CNPS nº 1.316, de 31 de maio de 2010 do Ministério da Previdência Social – MPS, o Fator Acidentário de Prevenção – FAP tem como objetivo incentivar a melhoria das condições de trabalho e da saúde do trabalhador estimulando as empresas a implementarem políticas mais efetivas de saúde e segurança no trabalho para reduzir a acidentalidade.

FAP na Segurança do Trabalho

No âmbito da segurança do trabalho, a implantação do Fator Acidentário de Prevenção – FAP possibilitou às empresas averiguarem a eficiência e a aplicação dos seus programas de segurança e saúde ocupacional, tais como: PPRA, PGR, PCMAT, PCMSO, PPRPS, etc. Assim como, constatar o desempenho das suas comissões internas de segurança e saúde no trabalho, tais como: CIPA, SESMT, CIPAMIN, etc.

Curso PGR e GRO

Compartilhar o texto:

3 Comentários

  1. Ótimo este site parabéns aos produtores deste ..
    Seria interessante desbloquear cópias ,as matérias são de suma importância para montagem de slad para treinamento de Segurança !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × quatro =