DDS Uso de Adornos no Trabalho

Geralmente, as pessoas costumam utilizar anéis, pulseiras, correntes, relógios, entre outros acessórios. Porém, a utilização desses adereços no ambiente de trabalho pode ocasionar graves acidentes de trabalho.

Dessa forma, verifica-se a importância de realizar o Diálogo Diário de Segurança (DDS) sobre o uso de adornos no trabalho, a fim de conscientizar os trabalhadores sobre a sua utilização e demais procedimentos de segurança do trabalho, contribuindo para prevenção de acidentes de trabalho.

Dessa forma, não perca tempo e confira o DDS uso de adornos no trabalho.

O que são adornos?

O visual, apresentação e estilo fazem parte da personalidade de todas as pessoas e isso, sem dúvidas, envolve os gostos pessoais, roupas e acessórios que compõem a identidade. Capazes de deixar a pessoa mais à vontade para participar de um grupo e integrar-se a uma situação ou local.

Contudo, infelizmente, em alguns momentos, os acessórios ou adornos utilizados podem ser prejudiciais, apresentando risco de acidente e até de contaminação por meio de agentes químicos e biológicos no exercício da função ou atividade profissional, o que requer algumas medidas de prevenção em Segurança e Saúde no Trabalho (SST).

Mas antes de prosseguirmos, você sabe o que são adornos? Podemos considerar que são acessórios e ornamentos usados para enfeitar e embelezar, onde os principais são:

  • Correntes;
  • Pingentes;
  • Colares;
  • Relógios;
  • Brincos;
  • Pulseiras;
  • Anéis; e
  • Piercings.

Enquadrados na categoria, independente do material, espessura ou significado de utilização, as alianças de casamento e compromisso também são considerados adornos, devendo ser retirados durante a realização da tarefa para evitar acidentes e lesões graves.

O mesmo vale para os cabelos longos, soltos e peças de roupa que podem interferir no trabalho, como mangas largas e longas, gravatas, cintos, cordões de chaves ou crachá e outros similares que devem ser presos corretamente.

Além disso, os adornos apresentam risco de contaminação, uma vez que possibilitam o acúmulo de agentes biológicos e substâncias químicas, que podem ocasionar danos à saúde dos trabalhadores e por isso, o uso de adornos deve ser evitado.

Por que os adornos apresentam risco no trabalho?

Dependendo da atividade executada e dos perigos identificados no ambiente de trabalho, o uso de adornos se torna inviável, visto os riscos que apresentam.

Portanto, é preciso considerar determinados fatores, como por exemplo, se existe alguma máquina ou equipamento com partes móveis, pois isso favorece que algum dos adornos se prenda a essas partes, causando ferimentos, mutilações ou até a morte do trabalhador.

Além disso, como citado anteriormente, os adornos podem abrigar substâncias tóxicas ou microrganismos (bactérias, vírus, fungos e alguns parasitas) prejudiciais à saúde.

Inclusive, nos serviços de alimentação é proibido o uso de adornos, com o objetivo de evitar a contaminação dos alimentos, bem como a ocorrência de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTAs).

Nos serviços de saúde, a alínea ‘b’ do subitem 32.2.4.5 da NR-32, estabelece a proibição do uso de adornos e do manuseio de lentes de contato nos postos de trabalho, visando prevenir acidentes e doenças ocupacionais.

Como evitar acidentes com o uso de adornos?

Para evitar acidentes relacionados ao uso de adornos, algumas medidas simples devem ser tomadas. Portanto, confira abaixo algumas dicas do que fazer para garantir a segurança durante a exercício da função:

  • Antes de iniciar a atividade laboral, retire aliança, anéis, relógios, brincos, correntes e outros que possam causar contaminação, enroscar ou prender na máquina ou equipamento de trabalho;
  • Retire os adornos, mesmo que por baixo do EPI, como luvas, por exemplo;
  • Prenda os cabelos caso sejam longos e busque uma forma confortável de trabalhar;
  • Caso use crachá, evite os cordões e se possível use somente o prendedor direto na roupa ou coloque no bolso da camisa (caso tenha);
  • Utilize blusas com mangas em tamanho adequado, sem sobras de panos;
  • Se usar cinto, prenda-o corretamente na fivela e passadores de calça;
  • Amarre os cadarços de sapatos de forma adequada, evitando sobras de fios;
  • Evite sapatos abertos e que exponham os pés durante o exercício da função;
  • Caso haja exposição a agentes biológicos e químicos, lave as mãos corretamente antes de colocar os adornos após o horário de trabalho;
  • Sempre que for lavar as mãos, retire anéis, pulseiras, relógios e outros que impeçam a higienização, bem como, contribuam para o acúmulo de microorganismos, quando não secados corretamente; e
  • Conheça os principais riscos existentes no seu ambiente de trabalho, afinal, isso ajudará na manutenção da sua saúde e bem-estar no trabalho.

Ao abolir o uso de adornos nos locais de trabalho, os riscos de acidentes relacionados serão eliminados, garantindo maior segurança para os funcionários.

Por isso, não deixe de abordar o tema DDS uso de adornos no trabalho e convide os colaboradores à reflexão.

Compartilhar o texto:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + oito =

Utilizamos cookies para melhorar o desempenho e a utilização do site. Saiba mais