Palestras para SIPAT – Os Melhores Temas de 2022

Neste artigo, veremos algumas ideias de palestras para SIPAT, como escolher os melhores temas e palestrantes, bem como conseguir palestras gratuitas para a SIPAT.

A SIPAT ou Semana Interna de Prevenção de Acidentes é uma das atribuições da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), prevista na Norma Regulamentadora nº 5 (NR-5). Para entender melhor a diferença e a relação entre elas, acesse o artigo: CIPA e SIPAT: Qual a Diferença e a Relação entre elas?

Qual o objetivo das palestras na SIPAT?

A realização de palestras na SIPAT têm o objetivo de conscientizar e orientar os trabalhadores acerca dos mais variados assuntos, principalmente, referente aos riscos ocupacionais existentes nas atividades ou nos locais de trabalho da empresa, bem como as medidas de prevenção adotadas.

Além disso, as palestras da SIPAT têm a finalidade de promover um ambiente de trabalho mais harmonioso, saudável e com trabalhadores mais empenhados no cumprimento das medidas de prevenção implementadas pela organização.

Dessa forma, promovendo o aumento da produtividade, da satisfação e do comprometimento dos trabalhadores com a empresa, bem como reduzindo despesas referentes a acidentes e doenças ocupacionais, assim como o absenteísmo e a rotatividade dos funcionários, entre outros.

Como escolher os temas das palestras para SIPAT?

palestras sipat

Uma das primeiras dicas para escolher os temas das palestras da SIPAT é buscá-los na própria organização, ou seja, observando o ambiente e as atividades de trabalho.

Esse levantamento pode ser feito através da análise dos acidentes e das doenças ocupacionais ocorridas com maior frequência na empresa, bem como mediante a análise dos dados da identificação dos perigos e das avaliações dos riscos ocupacionais da organização.

Lembrando que essas atividades já estão previstas na NR-5, nas atribuições da CIPA, da qual podemos destacar os seguintes subitens:

5.3.1 A CIPA tem por atribuição:

a) acompanhar o processo de identificação de perigos e avaliação de riscos bem como a adoção de medidas de prevenção implementadas pela organização;
b) registrar a percepção dos riscos dos trabalhadores, em conformidade com o subitem 1.5.3.3 da NR-01, por meio do mapa de risco ou outra técnica ou ferramenta apropriada à sua escolha, sem ordem de preferência, com assessoria do Serviço Especializado em Segurança e em Medicina do Trabalho – SESMT, onde houver;
c) verificar os ambientes e as condições de trabalho visando identificar situações que possam trazer riscos para a segurança e saúde dos trabalhadores;
d) elaborar e acompanhar plano de trabalho que possibilite a ação preventiva em segurança e saúde no trabalho;
e) participar no desenvolvimento e implementação de programas relacionados à segurança e saúde no trabalho;
f) acompanhar a análise dos acidentes e doenças relacionadas ao trabalho, nos termos da NR-1 e propor, quando for o caso, medidas para a solução dos problemas identificados;
g) requisitar à organização as informações sobre questões relacionadas à segurança e saúde dos trabalhadores, incluindo as Comunicações de Acidente de Trabalho – CAT emitidas pela organização, resguardados o sigilo médico e as informações pessoais;
h) propor ao SESMT, quando houver, ou à organização, a análise das condições ou situações de trabalho nas quais considere haver risco grave e iminente à segurança e saúde dos trabalhadores e, se for o caso, a interrupção das atividades até a adoção das medidas corretivas e de controle;

Além disso, pode-se buscar por alguns temas de palestras para SIPAT junto ao Serviço Especializado em Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) e com os demais trabalhadores.

Na escolha dos temas, pode ser considerado também os problemas de saúde pública, como no caso da pandemia do coronavírus, em que dados demonstram o aumento de problemas de saúde mental no trabalho, sendo um importante tema para ser tratado na SIPAT.

Através dessas considerações, os membros da CIPA, em conjunto com o SESMT, onde houver, já terão um embasamento e uma quantidade satisfatória de possíveis temas a serem abordados nas palestras da SIPAT.

Exemplo:

Em uma organização estão sendo identificados alguns afastamentos relacionados a transtornos mentais (ansiedade, depressão, síndrome de burnout), portanto o mais apropriado é trazer alguns temas relativos à saúde mental para as palestras da SIPAT.

⇒ Leia também: Como Organizar uma SIPAT – Passo a Passo.

Temas de palestras para SIPAT

temas palestras sipat

Agora, vamos sugerir alguns temas de palestras para a SIPAT, independente do ramo de atividade da empresa.

  • Ergonomia;
  • A importância da realização de atividades físicas;
  • Dicas para uma alimentação saudável;
  • Cultura de prevenção de acidentes;
  • Prevenção e combate a incêndio;
  • Primeiros socorros;
  • Dependência digital;
  • Dicas para o correto descarte de resíduos;
  • Meio ambiente e sustentabilidade;
  • Educação ambiental;
  • Doenças sexualmente transmissíveis;
  • Direção defensiva e cuidados no trânsito;
  • Cuidados na pandemia;
  • Motivação no ambiente de trabalho;
  • Educação financeira;
  • Relacionamento interpessoal;
  • Alcoolismo e tabagismo;
  • A importância da atividade física;
  • Organização e limpeza no ambiente de trabalho;
  • A importância dos EPIs.

Além dessas dicas, podemos também aproveitar as campanhas como setembro amarelo, outubro rosa, novembro azul, dezembro vermelho, dentre outras. Para saber mais temas, acesse: Temas para SIPAT.

Enfim, existe uma infinidade de temas que podem ser abordados nas palestras da SIPAT. Porém, dependerá sobretudo da apreciação e da criatividade dos cipeiros, em conjunto com o SESMT, onde houver.

Como conseguir palestrantes para SIPAT?

Definidos os temas, agora é buscar palestrantes que possam abordar os temas escolhidos da melhor forma possível.

Da mesma forma que ocorre com os temas, existe também uma infinidade de bons palestrantes para SIPAT. Primeiramente, na própria empresa podem existir profissionais que dominem os temas escolhidos para a SIPAT.

Fora da empresa, pode-se buscar por consultorias e profissionais autônomos relacionados à Segurança e Saúde no Trabalho (SST) e demais áreas. Por exemplo: ergonomistas, psicólogos, fisioterapeutas, nutricionistas, profissionais de educação física, engenheiros e técnicos de segurança do trabalho, entre outros.

⇒ Leia também: Brincadeiras para SIPAT – As melhores dicas de 2022.

Como conseguir palestras gratuitas para SIPAT?

palestras sipat gratuitas

É bastante comum a procura por palestras gratuitas para SIPAT. Em razão disso, veja a seguir algumas sugestões de como conseguir palestrantes gratuitos para a SIPAT.

A primeira dica, é buscar na própria empresa, nas terceirizadas ou nas empresas parceiras por profissionais que possam ministrar os temas das palestras desejadas.

A outra dica, é buscar parcerias com professores de instituições de ensino, como universidades, faculdades, colégios técnicos, etc.

Além disso, pode-se buscar por palestrantes gratuitos em instituições como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Corpo de Bombeiros, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Polícia Militar e o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO).

Vale salientar, que muitas empresas oferecem palestras gratuitas para SIPAT, porém muitas das vezes, essas palestras são mais voltadas para a divulgação de serviços ou produtos da empresa, do que para orientar e conscientizar os trabalhadores acerca de assuntos pertinentes à segurança e saúde no trabalho. Por isso, é preciso pouco de atenção nessa escolha.

Valor das palestras para SIPAT

Como vimos, existem diversas formas de se conseguir palestrantes, inclusive gratuitamente, porém se for necessário contratar algum profissional para ministrar alguma palestra, o valor pode variar conforme os seguintes fatores:

  • Experiência e reconhecimento do palestrante;
  • O tempo da palestra;
  • A quantidade de participantes;
  • Se a empresa já possui todos os equipamentos necessários;
  • A urgência da palestra;
  • Dentre outros fatores.

Independente do valor, é importante sempre pesquisar bem e buscar por boas referências profissionais.

Além disso, é importante realizar orçamentos com pelo menos 3 profissionais ou empresas diferentes, buscando sempre se organizar com antecedência para não comprometer a realização da SIPAT.

Compartilhar o texto:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + 18 =

Utilizamos cookies para melhorar o desempenho e a utilização do site. Saiba mais