DDS Cozinha Industrial

Os cuidados na cozinha vão muito além da manipulação e preparação correta dos alimentos, pois envolve uma série de riscos ocupacionais. Portanto, é sobre esses riscos e cuidados que trataremos neste DDS sobre cozinha industrial.

As cozinhas industriais atendem a Resolução RDC nº 216, de setembro de 2004, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). 

Essa resolução regulamenta as boas práticas para os serviços de alimentação, garantindo as condições higiênicas e sanitárias adequadas para o preparo.

Além disso, é de fundamental importância desenvolver as ações necessárias de prevenção aos acidentes de trabalho, conforme os riscos presentes no ambiente de trabalho.

Dicas de segurança na cozinha industrial

  • Para evitar escorregões e quedas, mantenha os pisos da cozinha limpos e secos. Se possível, adote antiderrapantes;
  • Recomenda-se não utilizar nenhum tipo de perfume, pois a essência do perfume pode impregnar no alimento;
  • Sempre utilizar uniforme específico ou roupa adequada limpas para cozinhar;
  • Os manipuladores devem lavar cuidadosamente as mãos ao chegar ao local de trabalho, antes e após manipular alimentos, após qualquer interrupção do serviço, após tocar materiais contaminados, após usar os sanitários e sempre que se fizer necessário;
  • Sempre cortar as unhas, evitando o risco de contaminação por microorganismos;
  • Quando algum equipamento parar de funcionar repentinamente, travar ou fazer barulhos estranhos, devemos desligá-lo imediatamente e retirá-lo da tomada. Comunicando imediatamente, aos seus responsáveis pela manutenção;
  • Sempre utilizar luvas térmicas ao retirar objetos quentes de dentro do forno, bem como evitar ficar exposto a longos períodos ao calor;
  • Ao perceber qualquer vazamento de gás, abra portas e janelas, não acenda fósforos e nem use chamas. Avise imediatamente ao responsável pela manutenção;
  • Evitar a circulação de pessoas próximo ao forno ligado;
  • Utilizar sempre a faca em sentido oposto a sua mão e ao corpo durante o corte dos alimentos;
  • Não utilizar anéis, brincos, correntes e relógio no local de trabalho;
  • Nunca utilize produtos vencidos, latas amassadas, embalagens estufadas;
  • Não deixe panos perto de chamas ou superfícies quentes;
  • Atenção ao ligar os equipamento, sempre verificar a sua voltagem para não ligar 110v em 220v e vice-versa;
  • Nunca utilizar equipamentos com plug/fiação danificados;
  • Sempre utilizar luvas de malha de aço ao cortar os alimentos, como frutas, legumes e carnes;
  • Nunca deixar faltar água no balcão quente, pois poderá queimar a resistência e gerar curto circuito;
  • Não circular pela empresa ou local de trabalho com facas nas mãos;
  • Deve-se guardar as facas no local específico;
  • Sempre tomar cuidados com a higienização dos alimentos, do ambiente de trabalho e pessoal;
  • Não colocar materiais aquecidos na geladeira ou freezer, pois isto pode danificá-los;
  • Somente realizar a limpeza dos equipamentos quando estiverem desligados da tomada;
  • Caixas e recipientes nunca devem ser deixados em áreas de circulação, para que não haja quedas ou colisões na movimentação das pessoas;
  • Nunca introduza os dedos ou qualquer outro tipo de utensílio dentro do moedor de carnes, que não seja o bastão de segurança.

Trabalhar com alimentos é uma arte. Cuidar da manutenção e organização da cozinha é cuidar da saúde das pessoas. Produzir alimentos com segurança é fundamental!

Compartilhar o texto:

1 Comentário

  1. Trabalho na área operacional de uma cozinha industrial, onde prestamos serviços para várias empresa. Um de nossos clientes esta passando por certificação de ISO, isso passou a exigir que nos apresentamos um plano de segurança DDS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × um =