Como fazer um checklist na segurança do trabalho

É bastante importante utilizar o checklist na segurança do trabalho, pois trata-se de uma ferramenta que possibilita a identificação dos perigos e riscos ocupacionais, a verificação do cumprimento das normas regulamentadoras e demais requisitos de Segurança e Saúde no Trabalho (SST), consequentemente, promovendo a prevenção dos acidentes e das doenças ocupacionais.

Para um checklist no âmbito na segurança do trabalho atingir seu objetivo e ser realmente eficiente, ele deve ser elaborado levando em consideração os itens referentes à realidade do local e da atividade de trabalho, correlacionando com as diretrizes e os requisitos dispostos nas normas regulamentadoras, bem como as demais exigências legais de segurança e saúde no trabalho.

Quer saber sobre como fazer um checklist na segurança do trabalho? Então acompanhe esse artigo até o final e entenda a sua importância, para que serve, quais os tipos existentes e alguns exemplos de checklist.

O que é um checklist de segurança do trabalho?

O checklist é uma palavra em inglês, esta palavra é a junção de check (verificar) e list (lista), é uma ferramenta de controle, composto por um conjunto de condutas, nomes, itens ou tarefas que devem ser lembradas e/ou seguidas, bastante importante na segurança e saúde no trabalho.

É uma lista de itens que foi previamente estabelecida para se certificar das condições de um serviço, produto, processo ou qualquer outra tarefa, podendo ser utilizado em qualquer segmento, identificando os perigos e riscos, bem como verificando a obediência às normas e aos procedimentos.

Mediante a verificação ordenada e sistemática, o checklist auxilia na padronização e na melhoria contínua do processo laboral, bem como garante a saúde e integridade física dos trabalhadores.

Para que serve o checklist na segurança do trabalho?

Seu intuito é atestar que todas as etapas ou itens da lista foram verificados, garantindo a segurança dos envolvidos na atividade e o atendimento dos requisitos de segurança e saúde no trabalho.

Com o uso do checklist é possível identificar os perigos e os riscos, bem como verificar o atendimento às normas, garantindo que nenhum item ou procedimento importante seja esquecido.

Tipos de checklist na segurança do trabalho

checklist segurança do trabalho

Os checklist podem ser utilizados para verificação de máquinas, equipamentos, estabelecimentos, processos, documentação, entre outros.

Geralmente, são utilizados checklist de afirmação, onde são utilizados simples afirmações com respostas de Sim (S) ou Não (N), como por exemplo, em uma verificação de conformidade de um equipamento onde possui uma pergunta: “O botão de emergência funciona?” onde a resposta pode ser afirmativa ou negativa.

O checklist de atendimento com as nomenclaturas de “Atende (A)” e “Não atende (NA)”, e ainda de conformidade utilizando as nomenclaturas “Conforme (C)” e “Não conforme (NC)”, o item “Não aplicável (NA)” é utilizado no caso do item não existir no equipamento ou na tarefa em questão, como por exemplo, uma pergunta em relação a segurança no uso de produtos químicos e não ser utilizado nenhum produto químico na atividade.

⇒ Leia também: Check List Empilhadeira: Modelos Prontos para Baixar!

Como fazer o checklist na segurança do trabalho

Primeiramente é necessário identificar quais os requisitos devem ser cumpridos, conforme a tarefa, equipamento ou processo a ser realizado, depois definir qual a periodicidade e o modo que o checklist será utilizado.

O checklist deve ser elaborado conforme a realidade de uma determinada atividade ou ambiente de trabalho, levando em consideração as normas internas e externas da organização, a separação por categorias facilita a verificação e a identificação das informações e garante a sua eficiência.

Veja a seguir 5 etapas que não podem faltar no seu checklist:

1. Defina o que precisa ser verificado

Embora pareça óbvio, é imprescindível definir o que será verificado, como por exemplo, o maquinário, a tarefa, a ferramenta, o procedimento, a documentação, entre outros;

2. Defina a frequência de utilização

Determine em quais momentos o seu checklist será utilizado, como por exemplo, diariamente, semanalmente ou mensalmente. Para verificações diárias prefira um checklist mais objetivo que seja preenchido mais rapidamente, para verificações mensais já pode ser utilizado um mais abrangente.

3. Defina quem irá utilizar

Deixe claro quem serão os responsáveis pela sua utilização, por exemplo, o gestor da área, o técnico de segurança do trabalho e/ou prestador de serviço, depois oriente os envolvidos sobre o seu uso e importância;

4. Defina os itens a serem verificados

Ao definir os itens é importante considerar normas e os demais requisitos de SST, os procedimentos internos da organização e a finalidade do checklist, através de itens objetivos e compreensíveis.

5. Teste o checklist

Após sua estruturação, trabalhar no monitoramento e na melhoria contínua do checklist, atualizando sempre que necessário, com a finalidade de atingir os objetivos estabelecidos pela organização, as diretrizes e os requisitos das normas regulamentadoras, bem como as demais exigências legais de segurança e saúde no trabalho.

Além disso, o checklist na segurança do trabalho deve constar a data, o nome do responsável pela verificação e aprovação.

Exemplos de checklist na segurança do trabalho

Segue abaixo alguns exemplos de checklist da área de segurança do trabalho, em Word, Excel e PDF. Com o objetivo de auxiliar o seu aprendizado, para conferi-los acesse: Exemplos de checklist na segurança do trabalho.

Compartilhar o texto:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + 11 =

Utilizamos cookies para melhorar o desempenho e a utilização do site. Saiba mais