Uso de adornos no trabalho

Muitos empregadores proíbem o uso de adornos no ambiente de trabalho. Mas, essa é uma proibição lícita? Quais os riscos para o trabalhador que a desrespeita? Confira o texto a seguir!

O que são adornos?

Adorno é sinônimo de enfeite, ou seja, objeto com função puramente estética.

São considerados adornos relógios, anéis, alianças, correntes, presilhas de cabelo, broches, piercings, gravatas, brincos e quaisquer joias, bijuterias ou acessórios de uso pessoal.

Adornos no trabalho e Acidente de trabalho

O uso de adornos no ambiente de trabalho pode causar acidentes gravíssimos, especialmente quando as atividades do trabalhador envolvem operação de máquinas industriais.

Uma simples aliança pode causar a perda do dedo ou da mão inteira, pulseiras e correntes podem se enroscar nas partes móveis dos equipamentos, causando ferimentos graves, mutilação de membros ou até mesmo a morte do trabalhador.

Também oferece riscos o uso de roupas largas, com barras compridas, sapatos de salto alto ou com cadarço desamarrado, camisa ou camiseta por fora da calça, entre outros.

⇒ Leia também: Os Perigos do Salto Alto no Trabalho.

A empresa pode proibir o uso de adornos no trabalho?

Nas atividades em que o trabalhador manipula máquinas e equipamentos, o empregador não só pode como deve proibir o uso dos adornos, como medida de preservação à saúde e segurança do trabalhador.

Essa proteção está acima do direito do trabalhador de usar livremente seus pertences. É triste verificar que muitas pessoas se apegam a objetos por seu valor sentimental e se recusam a cumprir a proibição, colocando sua vida em risco.

Os adornos também são proibidos para trabalhadores das áreas de saúde e manipulação de alimentos, por questão de higiene. Por exemplo: anéis e alianças acumulam gotículas de água e sabão após a lavagem das mãos, tornando-as um ambiente perfeito para a proliferação de microrganismos; relógios e pulseiras acumulam poeira e germes, aumentando o risco de contaminação.

A Norma Regulamentadora nº 32 (NR-32) estabelece expressamente que é dever do empregador da área da saúde proibir o uso de adornos no ambiente de trabalho.

No caso dos trabalhadores das áreas de saúde e manipulação de alimentos, também é proibido o uso de maquiagens, esmalte de unhas e manipulação de lentes de contato no local de trabalho.

Já, para os empregados que exercem suas funções na área administrativa, deve ser observado o bom senso, tanto do empregador quanto dos funcionários.

Compartilhar o texto:

19 Comentários

  1. Quero receber as publicações para que eu possa me aprimorar e me atualizar na área da prevenção de acidente do trabalho.

  2. O USO DE SALTO NO AMBIENTE DE TRABALHO SE ENQUADRA NA QUESTÃO DA ERGONOMIA NO AMBIENTE DE TRABALHO. DEPENDENDO DA FUNÇÃO, DO TIPO DE CALÇADO, DA JORNADA DE TRABALHO A PESSOA PODERÁ DESENVOLVER ALGUM TIPO DE DOENÇA RELACIONADA AO ESFORÇO EXIGIDO ATRAVÉS DA POSTURA.

  3. Trabalho como atendente em restaurante e padaria,nao manuseio alimentos,so faço o pedido e levo até a mesa e gostaria de saber se sou obrigada a não usar a minha aliança,pois pra mim é algo que preso muito.

  4. trabalho em um armazem,onde a unica maquina que é utilizada no local são empilhadeiras,eles podem proibir o uso do cabelo solto para as mulheres,considerando o cabelo um adorno,mesmo que eu tenha que manter uma distancia minima de 5 metros da maquina?

  5. olá, bom dia!
    Trabalho numa clínica psiquiatrica, na area administrativa, gosto de usar salto tem na nr32 que especifica a proibição do mesmo.

  6. Trabalho na área administrativa em um hospital, (não entro em contato com pacientes)sei que os cordões que prendem o crachá são proibidos, entretanto utilizo uma pulseira de pano, essa tb é considerado adorno?

    1. Boa tarde Cris, sou formada e atualmente atuo como técnica em segurança do trabalho, sugiro que verifique com seu supervisor ou responsável pelo setor, pois a pulseira, mesmo sendo de pano, é considerada um adorno. Portanto, pela legislação do Ministério do trabalho,a empresa pode proibir o uso dependendo da sua função; cabe as normas internas ou ao técnico responsável te orientar sobre o mesmo.

    1. Sim Cláudio, é proibido. Como técnica em segurança, posso lhe afirmar que brinco é considerado adorno, portanto, é proibido no setor fabril para operadores de maquinários.

  7. Moro em Rio Claro, interior de São Paulo e, as enfermeiras dos hospitais visualizei que estão usando adorno. Foi liberado?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + 2 =

Utilizamos cookies para melhorar o desempenho e a utilização do site. Saiba mais