DDS Segurança para Ciclistas

O fluxo de automóveis tem aumentado cada vez mais. São muitos carros, ônibus e motos circulando no trânsito, o que contribui com o aumento do estresse, acidentes, atrasos no trabalho e outros compromissos.

Andar de bicicleta é muito saudável, melhora o condicionamento físico, promove socialização, elimina ou evita o estresse. Mas, para realizar essa atividade é importante estar atento alguns itens de segurança. Confira!

Dicas de Segurança para Ciclistas

A segurança do ciclista abrange os seguintes aspectos:

  • Uso de capacete e outros equipamentos: muitos ciclistas não utilizam o capacete, mas o correto é sempre utilizá-los. Bem como, o uso de cotoveleira, joelheira e luvas;
  • Uso de óculos/viseiras: também são equipamentos importantes, evitam a entrada de impurezas e insetos que podem inviabilizar a visão do ciclista;
  • Sinalização e buzinas: é importante que a bicicleta possua buzina e luzes sinalizadoras e/ou refletores frontais e traseiros, pois é altamente recomendável para que o ciclista seja percebido pelos demais veículos, sobretudo à noite.
  • Ciclovias: recomenda-se andar sempre nas vias de ciclista, mas ainda não é todo lugar que possui ciclovias, assim, recomenda-se andar próximo ao meio-fio e procurar seguir a direção do trânsito e não na direção contrária.

⇒ Leia também: DDS Motociclista.

  • Filas: a segurança do ciclista seja no contexto de meio de transporte, esporte e/ou hobby, envolve o alinhamento do grupo, é importante que estejam enfileirados e evitem ocupar a pista de trânsito rápido, tal como, que tenham bastante atenção nas curvas.
  • Atenção: a bicicleta é um elemento do trânsito, por isso o ciclista deve estar sempre atento aos demais elementos, como os pedestres, os carros, as motos, os sinais de trânsito, os obstáculos nas vias, entre outros.
  • Velocidade: O ciclista deve percorrer seus trajetos na velocidade adequada, pois quando se pedala em maior velocidade, o tempo de reflexo e de tomar alguma atitude que evite acidentes ou colisões, torna-se bem menor;
  • Verificar e fazer manutenção: a bicicleta deve passar por manutenções constantemente, é preciso sempre verificar os freios, os pneus, a graxa da corrente, os pedais, os rolamentos, entre outros;
  • Como pedalar: por mais experiente que o ciclista seja, sua segurança deve ser preservada através do modo como pedala, isto é, adaptar a altura do banco, a distância da perna ao pedal e dos braços ao guidão. Além disso, recomenda-se sempre segurar no guidão com as duas mãos para maior controle.
  • Uso de celular: a segurança do ciclista também é afetada com o uso de dispositivos móveis, portanto, jamais se deve redigir mensagens, olhar para a tela do celular, atender ligações enquanto pedala. Para isso, recomenda-se parar a bicicleta em local seguro e seguir adiante somente quando terminar o uso do dispositivo.

Há diversos motivos para optar pelo uso da bicicleta como meio de transporte ou hobby, além dos citados anteriormente, tem as questões ecológicas, financeiras, entre outras.

Compartilhar o texto:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − doze =

Utilizamos cookies para melhorar o desempenho e a utilização do site. Saiba mais