DDS Proteção Auditiva

Caso esteja em busca de um DDS sobre proteção auditiva para instruir e conscientizar os funcionários da empresa, essa é a opção perfeita!

Afinal, abordaremos pontos importantes como os riscos relacionados à exposição ao ruído, meios para atenuá-lo, o uso do Equipamento de Proteção Individual (EPI), entre outros aspectos.

Preparado? Então, continue conosco e leia mais sobre o DDS proteção auditiva!

O que é considerado Ruído?

A audição é um dos sentidos mais utilizados durante a vida em diversos ambientes e inclusive no trabalho, onde devido aos processos operacionais, o uso de máquinas e ferramentas pode ocorrer a exposição excessiva ao ruído.

E com isso, resultar problemas à saúde dos funcionários, desde desconfortos físicos, dores de cabeça ou ouvidos, até a perda parcial ou total da audição, destacando a necessidade de estabelecer alguns cuidados.

O que fazer para promover a proteção auditiva?

Para promover a proteção auditiva, as empresas ou instituições devem estabelecer medidas administrativas ou de organização do trabalho, bem como a utilização de Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC) e EPI, proporcionando a correta atenuação ou controle da exposição ao ruído.

Vale destacar, a realização dos exames médicos do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) são fundamentais para a prevenção e o acompanhamento da saúde dos trabalhadores.

Além disso, o estabelecimento de medidas de prevenção em Segurança e Saúde no Trabalho (SST) pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) aos empregados e empregadores.

Como utilizar o protetor auricular tipo plug

A forma de inserção do protetor auricular tipo plug no ouvido é fundamental para a sua eficácia, por isso, para colocá-lo corretamente siga as seguintes instruções:

  • Passe a mão por cima da cabeça de forma diagonal, onde a mão direita deverá alcançar a orelha esquerda e vice-versa;
  • Ao passar a mão pela cabeça, puxe a ponta da orelha para trás a fim de abrir mais o canal auditivo;
  • Abra um pouco a boca para regular a pressão interna do ouvido; e
  • Insira o protetor auricular tipo plug no ouvido.

Além disso, antes de usar é preciso ter atenção com a higiene, começando pela limpeza das mãos e do próprio equipamento.

Uma dica para evitar contaminações auditivas é fazer um nó em um dos lados no cordão do protetor auricular e sempre utilizar no mesmo lado, evitando assim a contaminação do outro ouvido.

Como utilizar o protetor auricular de espuma moldável

O protetor de espuma moldável, também é muito utilizado visto o seu conforto e eficácia na proteção contra a exposição ao ruído.

Antes de colocá-lo, lave corretamente as mãos para evitar contaminações. Porém, não lave os protetores auditivos de espuma, se os protetores estiverem sujos, substitua por um novo par.

Após isso, basta seguir com a seguintes instruções:

  • Com as mãos limpas, aperte e role o protetor entre os dedos até obter o melhor diâmetro possível;
  • Para facilitar, puxe a orelha para cima e para trás, como na instrução do tipo plug, citado anteriormente; e
  • Abra um pouco a boca para regular a pressão interna do ouvido, pois o acúmulo de pressão pode atrapalhar o uso;
  • Insira o protetor no canal auditivo.

Destacando que este protetor auricular de espuma é descartável, o que requer a necessidade para correta eliminação após o uso. Assim como, a aquisição de um novo sempre que for iniciada a jornada de trabalho.

Como utilizar o protetor auricular abafador

Os protetores do tipo abafador são bastante utilizados visto o seu conforto e eficiência na proteção contra a exposição ao ruído. Porém, para sua eficácia é necessário utilizá-lo corretamente, de acordo com a seguinte recomendação:

  • Caso haja adornos, como brincos e piercings devem ser retirados e se houver cabelos longos, prenda-os para evitar que fios fiquem na região da orelha e se houver barba, recomenda-se que seja feita prevenindo que pelos atrapalhem a correta vedação;
  • Com as mãos limpas, alinhe a altura das conchas de acordo com a haste que deve passar no topo da cabeça, conforme a posição das orelhas e coloque-o de maneira confortável;
  • Verifique se a vedação está satisfatória, sem qualquer interferência de cabelo, pelos, haste de óculos e outros; e
  • Lembre-se que as orelhas devem ficar acomodadas dentro do círculo da concha e nunca pressionadas, visto que isso impactará na correta vedação.

Com o cuidado de sempre manter as conchas em posição vertical, evitando deixar a haste no pescoço ou qualquer outra posição que inviabilize a atenuação e ocasione danos à saúde dos trabalhadores. Além disso, o transporte desse EPI não deve ser feito preso no tronco, ombros, pernas e outros locais que geram danos ao produto.

A forma de limpeza e manutenção do abafador também é importante e necessária, com o seguinte procedimento:

  • Com as mãos limpas, desencaixe as almofadas do abafador;
  • Retire a espuma pré-moldada da concha, com cuidado para evitar danos ao material;
  • Utilize um pano limpo e previamente umedecido com água e sabão neutro para passar na parte interna da concha;
  • Faça o mesmo com a espuma, porém, com o pano mais seco, evitando encharcar o material, lembrado que a espuma interna não deve ser lavada, onde jatos de ar de baixa pressão também podem ser utilizados;
  • Lave as hastes e parte externa do abafador com água corrente e sabão, onde álcool e substâncias corrosivas não devem ser utilizadas;
  • Deixe-o secar à sombra naturalmente; e
  • Após limpeza e secagem completa, a montagem do equipamento poderá ser feita e estará pronto para uso.

Com o lembrete de que se o equipamento apresentar qualquer desgaste que impossibilite a sua funcionalidade ou contenha partes sujas que não possam ser limpas ou substituídas, o mesmo deve ser inutilizado, requerendo troca imediata.

Principais danos causados devido a exposição ao ruído

Quando as medidas de proteção são inadequadas ou ineficazes, a perda auditiva pode ocorrer e isso traz uma série de problemas para o cotidiano do indivíduo, como:

  • Dificuldade de comunicação;
  • Irritabilidade e stress;
  • Problemas para a concentração;
  • Insônia;
  • Dores de cabeça frequentes;
  • Hipertensão;
  • Redução da produtividade;
  • Má digestão e desconfortos gástricos.

Por isso, não descuide e preze pela audição no exercício da função. Pois, a perda auditiva impactará em diversos setores, reduzindo a qualidade de vida e o bem-estar, portanto vamos manter o cuidado com esse sentido tão importante, não é mesmo?

Assim, lembre-se da necessidade de sempre usar corretamente os equipamentos de proteção e de repassar as informações aprendidas neste DDS para os outros colegas de trabalho. Visto que, isso irá promover uma melhor segurança e saúde aos trabalhadores.

Compartilhar o texto:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − catorze =

Utilizamos cookies para melhorar o desempenho e a utilização do site. Saiba mais