DDS Ferramentas Manuais

As ferramentas manuais são utilizadas como extensão das mãos, facilitando algumas tarefas e melhorando o rendimento. São consideradas como ferramentas manuais: alicate, chave de fenda, martelo, cortador, lima, punção, descascador de fios e de mangueira, tesoura, catraca e outros.

É raro o lugar em que não se encontre pelo menos uma dessas ferramentas. Por isso, o cuidado e o uso correto é fundamental para garantir a segurança.

Pela simplicidade, as ferramentas manuais não deveriam causar acidente. Mas, a frequência é grande e muitas das vezes não é registrado pelas empresas.

As principais causas dos acidentes de trabalho com ferramentas manuais estão associadas ao mau uso, o improviso, a má conservação, a defeitos e por manter as ferramentas desprendidas do cinto de ferramentas ou soltas no bolso.

E por incrível que pareça, ainda existe casos de acidentes de trabalho com ferramentas manuais, em consequência de brincadeiras no trabalho, como arremessar ferramentas em direção a outros colegas de trabalho.

⇒ Leia também: DDS Brincadeiras no Trabalho.

Ebook GRO e PGR

Quais os principais riscos?

Os principais riscos para o trabalhador são de hematomas, cortes ou perfurações, especialmente no deslize da ferramenta. Pelo mesmo motivo e por excesso de força, há também risco de entorse.

Como guardar e organizar as ferramentas manuais

Elas devem ser mantidas em armários ou caixas de ferramentas. Nunca largadas pelo chão, em locais de passagem ou em outros locais que possam cair e ferir as pessoas. Ferramentas organizadas são mais fáceis de achar e duram mais.

A manutenção e cuidado no armazenamento são muito importantes para a conservação das peças. A avaliação do desgaste da ferramenta deve ser feita por profissional qualificado e com competência técnica para tal função.

Como transportar as ferramentas

Elas devem sempre ser transportadas com segurança, em caixas ou cintos de ferramentas, que não coloquem em risco nem quem as carrega e nem quem está próximo, tal como nunca devem ser arremessadas para outras pessoas.

Cuidados para evitar acidentes

  • Procure utilizar ferramentas de qualidade e adequadas ao trabalho que realizará;
  • Opte por ferramentas com isolante, especialmente, quando utilizadas próximas a eletricidade;
  • Sempre utilize equipamento de proteção individual recomendado para o trabalho a ser desempenhado;
  • Manter as ferramentas limpas com cabos firmes e inteiros faz toda a diferença no quesito segurança. Em caso de identificação de problemas, a ferramenta deve ser enviada para manutenção ou inutilizada.
  • Nunca corte materiais em locais improvisados. Utilize sempre a bancada e sem colocar a mão como apoio;
  • Treinamento é essencial para trabalhar com segurança.

Como conservar suas ferramentas

Para manter as ferramentas em bom estado, alguns cuidados são essenciais:

  • Cera em pasta ajuda na conservação de lâminas;
  • Peças com ferrugem devem ser lavadas com diluentes e palha de aço. Passar um pouco de óleo depois da lavagem ajuda na manutenção;
  • Colocar pedaços de giz nas caixas de ferramentas ajudam a evitar ferrugem, pois absorve a umidade.

Cuidados são fundamentais para manter a qualidade e a funcionalidade das ferramentas. Além de aumentar a vida útil delas, você cuida de sua segurança. Trabalhar com segurança é respeitar a vida.

Compartilhar o texto:

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 − um =