O que é Ergonomia Organizacional?

Confira o que é ergonomia organizacional.

Sabemos que ergonomia é o estudo da relação entre o homem e o trabalho. A ergonomia no âmbito organizacional é considerada uma macroergonomia, isto é, abrange os aspectos da organização, os quais incluem: o ambiente de trabalho, o modus operandi, os fatores humanos e as técnicas e instrumentos.

Diante disso, a ergonomia organizacional é definida como a busca pela melhoria das condições do trabalho no âmbito organizacional, neste conceito estão inclusos os seguintes objetos:

  • Sistemas socio-técnicos;
  • Estrutura organizacional;
  • Cultura organizacional;
  • Clima organizacional;
  • Comportamento humano nas organizações;
  • Comunicação;
  • Trabalho em equipe;
  • Ética;
  • Procedimentos;
  • Satisfação;
  • Manejo de turnos;
  • Supervisão;
  • Gestão do trabalho;
  • Recursos humanos.

Objetivo da ergonomia organizacional

Já entendemos que a ergonomia neste amplo espectro se constitui dos elementos organizacionais e não dos elementos tangíveis e práticos referentes ao posto de trabalho. A partir disso, pode-se delinear os objetivos.

O objetivo geral da ergonomia organizacional é melhorar as condições gerais de trabalho:

  • Promover satisfação,
  • Evitar acidentes de trabalho;
  • Evitar erros;
  • Diminuir a fadiga;
  • Promover motivação;
  • Melhorar o clima organizacional.

Muitas destas demandas surgem devido à manifestação dos próprios funcionários de que há algo a ser melhorado, isto é, reclamações, alto nível de acidentes, alto nível de erros, problemas nos relacionamentos interpessoais, faltas excessivas, rotatividade, conflitos, etc.

Ergonomia Organizacional no Trabalho

Muitas pessoas confundem o termo “organizacional” com o conceito de “trabalho”, ambos estão intimamente relacionados, porém não são sinônimos. Organização é tudo o que constitui uma empresa, desde os elementos intangíveis como os artefactos físicos, tudo isso constitui uma cultura, que cada empresa possui.

Já o conceito de trabalho é menos amplo, se refere à atividade exercida pelo funcionário, bem como o objetivo a ser alcançado com tal atividade, os instrumentos utilizados para a execução, o ambiente no qual o trabalhado é exercido, enfim, diz mais respeito às condições de trabalho propriamente dita.

Diante disso, a ergonomia organizacional no trabalho visa à melhoria das condições organizacionais que causem efeito no trabalho, isto quer dizer que quando há ergonomia da organização, passa a haver melhores condições de trabalho.

Além disso, por ser uma macroergonomia, o indivíduo é reconhecido como pertencente a uma equipe de trabalho, isto é, considera-se o trabalhador como um ser social que sofre influencias emocionais e sociais, o que torna a organização mais humanizada.

Importância da Ergonomia Organizacional

Quando há ergonomia organizacional de forma efetiva, ocorrem diversas transformações no ambiente organizacional como um todo e em todos os níveis, isto é, desde o funcionário operacional à chefia, bem como para a própria clientela, fornecedores, parceiros e sociedade.

Assim, a ergonomia no âmbito da organização permite desenvolvimento de habilidades, competências e condições de trabalho e tudo isso permite diversas melhorias:

  • Aumento da produtividade;
  • Reconhecimento do público;
  • Melhora na imagem da empresa;
  • Qualidade de vida no trabalho;
  • Solução de conflitos precocemente;
  • Evitação dos acidentes e riscos no ambiente de trabalho;
  • Redução/eliminação de fatores de risco para doenças relacionadas ao trabalho;
  • Adesão dos funcionários, chefia e clientes à cultura.

Em suma, verifica-se a importância de haver a ergonomia organizacional, para isso é fundamental que a empresa conte com profissionais especializados para implementar a ergonomia na sua organização.

Veja também

Comentário

CAPTCHA