DDS Motociclista

Seja como ferramenta de trabalho, meio de transporte ou lazer, a moto é um veículo que requer muitos cuidados.

Assim, este DDS Motociclista se faz importante para alertar o motociclista a respeito dos riscos relacionados à moto, bem como a respeito da prevenção de acidentes.

Atenção na via:

Seja na estrada, avenida, rua ou estacionamento, é sempre importante estar atento aos possíveis obstáculos, como bueiros abertos, buracos, quebra-molas, animais, pedras, galhos e demais objetos que possam estar presentes.

Além disso, vale observar se os pneus da moto estão aderentes a pavimentação e vice-versa. Isto porque, a depender do piso ou do estado dos pneus pode ocorrer de derrapar, principalmente, se houver óleo, água ou uma simples camada de areia sobre o asfalto, nesses casos, a atenção deve ser ainda mais redobrada.

Manutenção:

Um dos pontos principais deste DDS Motociclista é sobre a manutenção que deve ser feita regularmente na motocicleta. É preciso sempre verificar os pneus, o freio, o óleo, as luzes, a buzina, os faróis, a bateria, a embreagem, a corrente de transmissão, entre outros.

Dessa forma, qualquer alteração indesejada na moto deve-se corrigir imediatamente, pois os acidentes podem ser desencadeados pela falta de manutenção. Por exemplo: A ocorrência de uma colisão devido à falha dos freios, sendo que poderia ter sido previamente evitada, caso ocorressem constantes manutenções.

Além disso, a limpeza do veículo é muito importante, pois o acúmulo de areia, graxa e outras impurezas podem afetar o funcionamento das peças de transmissão e da parte elétrica, entre outros.

Equipamentos de Segurança:

O capacete é indispensável, por isso deve sempre utilizá-lo. Lembrando que o lugar do capacete é na cabeça e não no cotovelo. Além disso, vale enfatizar que o capacete deve ser aprovado pelo INMETRO e estar sempre bem travado e com a viseira fechada.

Vestimenta Adequada:

Sabe-se que na moto, o corpo do motociclista encontra-se bastante vulnerável. Por isso, deve-se sempre utilizar as vestimentas adequadas ao conduzir uma moto.

Este DDS Motociclista pretende mostrar o que pode ser feito para evitar ou amenizar os riscos, portanto, uma dica é adquirir roupas e acessórios próprios para o uso de moto, isto é, luvas, botas ou um calçado fechado e resistente, calça comprida de tecido mais grosso, jaqueta apropriada, preferencialmente,  que contenha faixas fluorescentes e refletivas.

Velocidade:

A velocidade é um dos maiores motivos de ocorrência de acidentes. Principalmente, envolvendo mototaxistas e motofretistas que recebem bonificações por entrega ou serviços. Dessa forma, buscam ser mais rápidos e realizar o maior número possível de serviços ou entregas por dia. No entanto, podem ocasionar um grande prejuízo, seja para sua própria vida e/ou para a vida dos outros. Portanto, obedeça as sinalizações e respeite a velocidade estabelecida nas vias.

Regras do Trânsito

Parece óbvio, mas este DDS Motociclista também se vê na responsabilidade de alertar sobre o cumprimento das regras de trânsito, isto é, sinalizar com a seta sempre que mudar de faixa e fazer curvas, manter o farol aceso mesmo durante o dia, evitar costurar entre os veículos, dar preferência aos pedestres e respeitar a sinalização de trânsito.

Além disso, não conduzir a moto sobre as calçadas, pois pode ocorrer de atropelar as pessoas que circulam pelas calçadas e passeios. Além disso, sempre verificar ao sair com a moto se o tripé está levantado, evitando assim, que possa ocorrer alguma queda.

Veja também

Gostou do texto? Então, não deixe de compartilhá-lo:

Avalie esta publicação:

(Ainda sem avaliações)
Loading...

Comentários

  1. sergio pereira rosa

    Boa matéria. De uma forma geral, em destaque na prevenção está o cumprimento do limite de velocidade estabelecido para as vias de trânsito.

    Responder
  2. Nelson Afonso leite

    gostaria de saber se o funcionário eleito pelos colaboradores e depois indicado pela empresa como presidente. ao ser dispensado perde a estabilidade. obrigado se alguém poderá me dar mais informações. ok.

    Responder
    1. John

      Apenas se o mesmo tiver concluído seu mandato, e após, o mesmo ainda terá um ano de estabilidade. Portanto ainda que assuma um cargo por indicação, ele ainda terá estabilidade pelo decorrer do ano.

      Responder

Comentário

CAPTCHA