O que faz o Terapeuta Ocupacional?

Entende-se por terapeuta ocupacional, o profissional da terapia ocupacional, uma ciência humana que tem por objetivo promover o bem-estar trabalhando os âmbitos cognitivo, psicológico, social, físico e sensorial de forma integrada, tendo como ferramentas de atuação as atividades físicas, psicomotoras, laborais e lúdicas.

Foi apenas no século XX que a terapia ocupacional foi reconhecida como profissão. Mas já no século XIX, acreditava-se que o trabalho é o melhor método para o tratamento moral e para a correção da disciplina.

A RESOLUÇÃO Nº. 139, do ano de 1992 foi criada para dispor sobre as atribuições do exercício da profissão de Fisioterapeuta e terapeuta ocupacional, tendo o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional o órgão de fiscalização e orientação profissional desta área.

O que é Terapeuta Ocupacional?

O terapeuta ocupacional é o profissional que possui formação superior na área da saúde que atua na prevenção e no tratamento. O objetivo deste profissional é promover a saúde cognitiva, física e psicossocial através das atividades ocupacionais, isto é, a ocupação é uma fonte de bem-estar e desenvolvimento humano.

Por outro lado, é também objetivo deste profissional impulsionar melhorias nos resultados ocupacionais a partir da intervenção naqueles âmbitos.

Os campos de atuação do terapeuta ocupacional, isto é, o que este este profissional faz, inclui avaliação, intervenção e prevenção. A avaliação da terapia ocupacional é importante para que haja intervenção adequada, por isso conta com técnicas e métodos de levantamento de dados. O terapeuta ocupacional deve ser detentor de algumas características específicas:

  • Comprometido com a integralidade do ser humano: integrar o aspecto cognitivo, social, emocional e físico;
  • Noção do percurso histórico: os modos de trabalho, remuneração, cultura e crenças sociais que a história insere no ser humano, principalmente no trabalhador;
  • Tranquilidade: o profissional da terapia ocupacional deve oferecer um ambiente calmo e tranquilo, propício para a intervenção;
  • Esforço: o terapeuta ocupacional deve buscar alcançar a inserção social do paciente, não descartando métodos e técnicas e sim esgotar de todo recurso para promover a saúde;
  • Agente de mudança: os profissionais desta área devem ter o objetivo pessoal de promover a mudança, tanto no indivíduo como nas instituições.

Atribuições do Terapeuta Ocupacional

Segundo a Resolução 139/1992, são atribuições do terapeuta ocupacional trabalhar em consultórios, hospitais, clínicas, escolas, empresas e outras entidades realizando as seguintes funções:

  • Diagnóstico;
  • Prescrição de métodos e/ou técnicas assistenciais;
  • Programação de tratamento;
  • Avaliação cognitiva, física e laboral.

Onde pode atuar o Terapeuta ocupacional?

Os lugares onde há área de atuação para o terapeuta ocupacional são diversos, pois considera-se ocupação toda atividade humana que resulta em um objetivo. Assim, os locais onde há promoção de saúde, lazer e de trabalho são todos inclusivos da necessidade destes profissionais. São eles:

  • Hospitais;
  • Consultório;
  • Ambulatórios;
  • Instituições psiquiátricas;
  • Asilos/ lares para idosos e pessoas com deficiência;
  • Creches, escolas;
  • Políticas públicas sociais;
  • Indústrias;
  • Empresas.

Nos hospitais, nas instituições psiquiátricas e nos lares para idosos e para pessoas com deficiência, a atuação do terapeuta ocupacional é voltada para a promoção da saúde, da preservação cognitiva e inserção social a partir de ocupações do âmbito do lazer, recreação, exercícios mentais, etc.

Já no âmbito do trabalho, que inclui as organizações, indústrias e empresas, o terapeuta ocupacional atua promovendo a saúde, melhoria cognitiva a fim de preservar a segurança e a saúde no trabalho, bem como melhora a produtividade do trabalho.

A importância do Terapeuta ocupacional

O trabalho do terapeuta ocupacional é muito importante tanto na área da saúde como na área organizacional, pois traz benefícios tanto para o trabalhador como para a empresa. Os benefícios da atuação deste profissional para os trabalhadores incluem, dentre vários:

  • Melhoria da memória, atenção, concentração;
  • Realização profissional;
  • Melhoria nos relacionamentos interpessoais;
  • Aprendizado físico-motor;
  • Redução do índice de doenças relacionadas ao trabalho.

Já os benefícios que o terapeuta ocupacional oferece à empresa envolvem, por sua vez:

  • Aumento da produtividade;
  • Redução dos gastos com saúde;
  • Maior adesão dos funcionários com o trabalho;
  • Redução do risco de acidente no trabalho (devido à melhoria na atenção);
  • Imagem positiva da empresa no mercado;
  • Redução da rotatividade e absenteísmo.

Gostou do texto sobre o terapeuta ocupacional? Então, não deixe de acompanhar o Blog Segurança do Trabalho pelas redes sociais: TwitterFacebookInstagram e Google plus.

Veja também

Comentário