As Principais Causas de Acidentes na Construção Civil

A Construção Civil é uma das atividades de maior relevância econômica para o Brasil. Todas as cidades do país possuem obras, na tentativa de garantir investimentos e melhorias para os moradores.

Com o grande número de pessoas envolvidas nessa multiplicação de construções, o número de acidentes de trabalho na construção civil também aumentou e colocam em risco a saúde e integridade física dos trabalhadores.

A pressa, a utilização de materiais inferiores, a imprudência e a falta de planejamento transformam o ambiente da construção civil em uma constante plataforma de riscos e acidentes de trabalho. Alguns fatores como falta de mão de obra e qualificação, treinamento ou a não utilização de equipamentos de segurança contribuem, ainda mais, para o aumento das ameaças à equipe.

As 7 Principais Causas de Acidentes na Construção Civil

Dentre as principais causas de acidentes na construção civil, listamos:

  • Falta de organização: A falta de organização é um dos fatores que causam acidentes na Construção Civil. Manter as ferramentas e equipamentos em local adequado é fundamental para se evitar acidentes. Outra dica é manter a fiação elétrica elevada e garantir que as vias de circulação de pessoas e materiais estejam sempre limpas.
  • Falta de atenção: Trabalhar com construção requer concentração e foco. A negligência ou imprudência estão diretamente relacionadas às ocorrências de acidentes de trabalho na construção civil. Por isso, evitar brincadeiras ou distrações é garantia de segurança para todos os operários.
  • Queda de materiais: Outro motivo constante das ocorrências é com a queda de materiais durante o trabalho. Neste caso, é imprescindível a utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) como capacetes, por exemplo, além dos Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC’s) que podem ajudar bastante. Também é aconselhável que o operário evite transitar próximo ou abaixo de cargas suspensas e mantenha uma distância segura dos materiais e equipamentos içados.
  • Queda de nível: Um dos maiores riscos aos trabalhadores da construção civil é o da queda. Ao cair, o operário sofre sequelas que dependendo da gravidade, podem resultar em morte. Para se evitar uma tragédia, o funcionário deve sempre utilizar equipamentos de proteção e no caso de funções exercidas acima de 2 metros de altura, é necessária a utilização de dispositivos específicos como cintos e ferramentas para conexão em sistemas de ancoragem fixos. Os andaimes devem ter guarda corpo, estarem nivelados e estáveis.
  • Choques elétricos: Os improvisos com a rede elétrica também são fatores de acidentes na construção civil. A primeira recomendação é que somente uma pessoa especializada faça o trabalho com a rede elétrica durante a edificação. Evitar utilizar extensões muito longas e ligar vários equipamentos numa mesma extensão são garantias de segurança. Lembre-se que somente um eletricista é capaz de fazer ligações e extensões elétricas seguras.
  • Falta de sinalização: A falta de sinalização em uma obra é determinante para acidentes. A utilização de placas, barreiras, fitas zebradas e outros tipos de sinalização mantém os funcionários informados e atentos sobre os riscos existentes no local.
  • Falta de conhecimento: A contratação de mão de obra barata é mais um erro cometido por muitos empreendimentos. Saber utilizar as ferramentas necessárias e ter conhecimento sobre a tarefa que está sendo executada é prerrogativa de segurança tanto para os operários, como para os consumidores da construção.

Gostou do texto sobre as principais causas de acidentes na construção civil? Então, acompanhe o Blog Segurança do Trabalho pelas redes sociais: Twitter, Facebook e Google plus.

Veja também

Comentários

  1. SERGIO ALMEIDA

    Boa Tarde a todos…na minha humilde opinião em primeiro lugar está a falta de fiscalização nas obras…

    Responder
  2. Ricardo scotelaro Rodrigues

    O DESCASO DO EMPREGADOR PELA FIGURA DO TÉCNICO: O TÉCNICO POR MEDO DE PERDE SEU EMPREGO, DEIXA DE CUMPRIR AS NORMAS, E COM ISSO, ABRE POSSIBILIDADES PARA OS ACIDENTES.

    Responder
  3. Gabriel Lemes Moreira

    Concordo com Ricardo Scotelaro, culpado dos acidentes nos canteiros são os descaso dos patrões quanto a Segurança do Trabalho. Pouquíssimas empresa nessa setor leva a Segurança do Trabalho a sério, a maioria dos técnicos nessa área ocupam outras funções além da de técnico. Pelo jeito que o BLOG abodou o assunto parece que o trabalhador é o principal culpado, esquecendo que os principais são o governo e os patrões. Na construção civil as empresas preocupam é com 75% produção 25% com a qualidade (em empreendimentos de alto luxo a qualidade chega a 40% ). A Segurança do Trabalho não ultrapassa 5%.

    Responder

Comentário