Tipos de Ginástica Laboral


Saiba os tipos de ginástica laboral. Confira!

É muito comum perceber no dia a dia de trabalho, funcionários se esticando, se alongando na cadeira após muito tempo em uma posição, estalando os dedos, alongando o pescoço. Tudo isso é sinal de desconforto e dores.

O alongamento é muito importante para evitar doenças relacionadas com o trabalho, porém ele deve ser feito da forma correta. A ginástica laboral inclui também aquecimento que evita lesões, exercícios aeróbicos que melhoram a oxigenação do cérebro e a disposição física.

Diante disso, a ginástica laboral previne doenças, melhora a postura, previne o estresse, reduz o sedentarismo, reduz a fadiga/cansaço, alivia as tensões, aumenta a produtividade. Estes benefícios, são alcançados com diferentes tipos de ginástica laboral.

Ginástica laboral preparatória

Este tipo de ginástica laboral é realizada antes do início da jornada de trabalho, com duração de 10 a 15 minutos e tem como objetivo preparar o organismo para as tarefas profissionais.

É constituído de atividades energizantes, capazes de aquecer as articulações, de irrigar e preparar os músculos que serão utilizados no desempenho das funções, bem como melhorar a oxigenação geral.

Os benefícios da ginástica preparatória incluem:

  • Aumento da concentração;
  • Maior produtividade;
  • Melhora na postura;
  • Prevenção de doenças e acidentes;
  • Aumenta disposição (diminui a preguiça);
  • Contribui com a proatividade;
  • Aumento da criatividade.

Ginástica laboral compensatória

Este tipo, por sua vez, é realizado em um intervalo na jornada de trabalho, com duração de 5 a 10 minutos e é caracterizado por exercícios que buscam compensar os esforços feitos, como as dores, a má postura, os movimentos repetidos.

É constituído de exercícios de respiração, alongamento e de correção da postura, é muito indicado, pois além dos benefícios propriamente ditos, este é um dos tipos de ginástica laboral que mais evita estresse, já que tira o funcionário do ambiente por alguns instantes. Os principais benefícios são:

  • Redução do absenteísmo;
  • Retomada na melhora da circulação e respiração;
  • Flexibilidade;
  • Recuperação da atenção (pois após determinado tempo de trabalho, a atenção tende a diminuir);
  • Prevenção de dores na coluna.

Ginástica laboral de relaxamento

Este, talvez, seja um dos tipos de ginástica laboral mais prazerosos para quem participa, pois é realizado ao final do expediente, com duração de 10 a 12 minutos e tem como objetivo reduzir o nível de cortisol (hormônio do estresse), equilibrar o investimento de energia nos músculos, ligamentos, articulações e na mente, este é o momento de reduzir as tensões.

É constituído de exercícios de respiração, de redução do ritmo cardiovascular, de relaxamento gradual, de automassagem, alongamento e meditação.

Os benefícios incluem:

  • Redução do estresse;
  • Autoconhecimento;
  • Redução/ solução dos conflitos interpessoais;
  • Melhora do clima organizacional;
  • Prevenção de lesões nos ligamentos;
  • Sensação de bem-estar.
Ginástica laboral corretiva

Dentre os demais tipos de ginástica laboral, a corretiva é a mais excepcional, pois consiste na busca do equilíbrio corporal, isto é, busca combater os efeitos negativos de determinados pontos e atenuar os pontos que exigem mais força.

Isto quer dizer que os exercícios realizados na ginástica laboral corretiva são para alongar os músculos encurtados e fortalecer os músculos que se encontram flácidos, por isso é um tipo mais detalhado de ginástica laboral.

Para que haja resultados tangíveis, deve ser realizada diariamente por pelo menos 10 minutos.

Importância dos tipos de ginástica laboral

Estes quatro tipos de ginástica laboral devem ser realizados de forma adequada e nos momentos certos, não adianta que apenas no início do expediente seja realizado um compilado de exercícios sem fundamento, misturando exercícios de fortalecimento e em seguida de relaxamento.

Além disso, é importante entender que não há um tipo de ginástica melhor ou mais produtivo do que o outro, a ginástica laboral como um todo deve contemplar os objetivos de cada tipo.

Tornou-se possível perceber que são inúmeros os benefícios e que o tempo investido não é suficiente para comprometer a produção, pelo contrário, a empresa também é beneficiada devido ao aumento da produtividade e à redução das despesas com desligamento, afastamento, faltas e problemas de saúde e segurança.


Veja também

Comentário