DDS Saúde Mental no Trabalho


A saúde mental é entendida como a área do conhecimento que estuda os aspectos psicológicos, emocionais, cognitivos e psicossociais que tangem o ser humano, de forma que a preservação da saúde mental diz respeito a um estado de qualidade de vida plena. Desta maneira, um dos aspectos focais da saúde mental relaciona-se aos transtornos mentais.

Há diversos transtornos mentais descritos no código internacional de doenças (CID) e no manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais (DSM), dentre os quais é possível perceber níveis de gravidade em diferentes casos. Os transtornos mais conhecidos e que mais acometem a população hoje em dia são: o transtorno depressivo, os transtornos ansiosos, o transtorno obsessivo compulsivo, estresse pós-traumático, o transtorno afetivo bipolar, doenças psicossomáticas e a síndrome da dependência química.

Muita gente se equivoca ao confundir transtornos mentais com deficiências mentais ou simplesmente loucura. É válido explicar neste DDS saúde mental no trabalho que a loucura é um termo utilizado popularmente para um dos transtornos que existem, que é do espectro da esquizofrenia, com isso vale incluir que a saúde mental trata não apenas dos transtornos mentais, como de qualquer situação ou condição psicológica.

Principais transtornos mentais relacionados ao trabalho

Sabemos que o trabalho pode oferecer diversos fatores de risco para o desenvolvimento de várias doenças físicas e psicológicas. Este DDS saúde mental no trabalho visa, principalmente, a apontar quais são os principais transtornos mentais cujos desenvolvimentos estão relacionados a características do trabalho. Portanto, veja quais são os principais:

  • Transtornos Ansiosos: também existem várias subcategorias, como a Ansiedade Generalizada, síndrome do pânico, transtornos fóbico-ansiosos, fobias específicas, etc. Basicamente são caracterizados por um sentimento de vazio e angústia, relacionado ao medo de algo que está por vir. Sendo assim, os sintomas incluem irritabilidade, alteração no humor, medo excessivo, bem como sensações físicas de falta de ar, taquicardia, dor no peito, formigamento e nos casos de síndrome pânico, são desencadeadas as crises de pânico, em que a pessoa acredita que irá morrer.
  • Transtorno Depressivo: há diversos subtipos de depressão, isto é, é classificado em recorrente, em episódio leve ou moderado. Pode ser desenvolvido devido a estresse no trabalho, à falta de valorização e recompensa, ao assédio moral, à falta de segurança no trabalho. Os sintomas incluem alteração no apetite, no sono, perda de interesse em atividades laborais, queda da atenção e concentração, perda de interesse em se relacionar, falta de autocuidado, humor apático, descontentamento, choro fácil, ideação suicida.
  • TOC: o transtorno obsessivo compulsivo é comum no ambiente corporativo entre indivíduos com extrema responsabilidade, é caracterizado por pensamentos invasivos sobre organização, checagem, contagem, limpeza, enfim, e por comportamentos que são executados para cessar tais pensamentos, ou seja, a pessoa pode checar a porta inúmeras vezes para tentar suprir a preocupação que não cessa. Este transtorno tira a qualidade de vida das pessoas no trabalho, por isso é preciso mencioná-lo neste DDS saúde mental no trabalho, além de que o mesmo pode contribuir com outros transtornos, como a ansiedade e a depressão.
  • Doenças Psicossomáticas: são doenças cujos cuidados psicológicos são muitas vezes negligenciados, pois a maioria das pessoas não conhecem a influência da mente no aparecimento de doenças e sintomas físicos. As principais doenças psicossomáticas relacionadas ao trabalho são hipertensão, cardiopatias, enxaqueca, neoplasias (câncer), amigdalite, além de uma importante queda na imunidade que pode desencadear resfriados, problemas respiratórios, infecções e doenças autoimunes.
  • Síndrome de Dependência Química: é classificado como um transtorno mental e inclui tabagismo, alcoolismo e dependência em qualquer substancia psicoativa que interfira no comportamento e na qualidade de vida do usuário, caracterizado por forte necessidade do uso da substância em detrimento de outras necessidades e atividades, interferindo, inclusive, na vida social e laboral.

Como tratar os Transtornos Mentais

Não podemos deixar de informar no DDS saúde mental no trabalho sobre o tratamento dos transtornos mentais, é preciso ter em mente a importância da preservação da saúde mental, com isso as empresas, a comunidade e o próprio indivíduo deve se prevenir, buscando manter um estilo de vida com qualidade através de relacionamentos saudáveis, atitudes éticas, evitar fatores estressores.

Por outro lado, quando há a instalação do transtorno, o tratamento inclui psicoterapia e em alguns casos é necessária administração de psicofármacos e para isto, é preciso acompanhamento também de um psiquiatra.

Gostou do DDS sobre Saúde Mental no Trabalho? Então, não deixe de acompanhar o Blog Segurança do Trabalho pelas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram e Google plus.


Veja também

Comentário