Importância do EPI – Equipamento de Proteção Individual


Saiba a importância do EPI na segurança do trabalho.

Equipamento de Proteção Individual, também conhecido como EPI, são equipamentos que auxiliam na diminuição dos riscos ao trabalhador. Entre a lista de EPIs podemos citar: óculos, protetor solar, cinto de segurança, protetores auriculares, máscara, luvas, capacete, botas e outros.

O uso do EPI é regulamentado pela Norma regulamentadora nº 06 do Ministério do Trabalho e Emprego – MTE, que garante ao trabalhador receber da empresa de forma gratuita os Equipamentos de Proteção Individuais – EPIs relativos à sua função, bem como serem adequados ao risco e estarem em perfeito estado de conservação e de funcionamento.

Além disso, o subitem 6.6.1 da NR-06 dispõe que:

6.6.1 Cabe ao empregador quanto ao EPI:

a) adquirir o adequado ao risco de cada atividade;
b) exigir seu uso;
c) fornecer ao trabalhador somente o aprovado pelo órgão nacional competente em matéria de segurança e saúde no
trabalho;
d) orientar e treinar o trabalhador sobre o uso adequado, guarda e conservação;
e) substituir imediatamente, quando danificado ou extraviado;
f) responsabilizar-se pela higienização e manutenção periódica; e,
g) comunicar ao MTE qualquer irregularidade observada.
h) registrar o seu fornecimento ao trabalhador, podendo ser adotados livros, fichas ou sistema eletrônico.

Assim como, o subitem 6.7.1 da NR-06 estabelece as responsabilidades do trabalhador:

6.7.1 Cabe ao empregado quanto ao EPI:

a) usar, utilizando-o apenas para a finalidade a que se destina;
b) responsabilizar-se pela guarda e conservação;
c) comunicar ao empregador qualquer alteração que o torne impróprio para uso; e,
d) cumprir as determinações do empregador sobre o uso adequado.

EPI – Proteção e Saúde

A principal função do EPI é garantir a proteção e a saúde do trabalhador, especialmente em caso de ocorrer algum acidente. Esses equipamentos minimizam o risco e as consequências de um acidente se este vier a ocorrer. Os EPIs devem ter o Certificado de Aprovação do Ministério do Trabalho.

É obrigação da empresa, através de seus supervisores e do setor de segurança do trabalho, exigir e fiscalizar a utilização correta dos EPIs pelos funcionários durante o período de trabalho. Também é responsabilidade da empresa fornecer treinamentos ao funcionário, para que saiba como utilizá-los corretamente.

Também é obrigação do trabalhador comunicar à seus supervisores e ao setor de segurança do trabalho qualquer dano ou problema identificado no EPI. No caso de perda ou dano, a empresa deve substituí-lo imediatamente. Mas é responsabilidade do trabalhador a manutenção e o uso adequado do equipamento de proteção, tal como mantê-lo em boa condição de uso e estar sempre limpos.

Tipos de EPIs

Os EPIs podem ser para:

  • Proteção visual;
  • Proteção do tronco;
  • Proteção para o corpo inteiro;
  • Proteção do sistema respiratório;
  • Proteção auditiva;
  • Proteção facial;
  • Proteção das mãos e braços;
  • Proteção de pele;
  • Proteção da cabeça;
  • Proteção de pernas e pés;
  • Proteção contra quedas.

Importância do EPI – Utilização:

A utilização do EPI é importante tanto para empregadores quanto para empregados. A redução no número de acidentes, na gravidade do acidente e nos afastamentos por doenças ocupacionais são alguns dos reflexos da importância do EPI. Estima-se que a redução do número de acidentes chegue a 80% com a utilização correta dos equipamentos de proteção individual. Pois, seu principal benefício é tornar o ambiente mais seguro e saudável.

É comum ouvir desculpas como “EPI é desconfortável” ou “EPI é caro”. Mas, saiba que os dois são grandes desculpas. Os equipamentos de proteção individuais são desenvolvidos de forma a se adaptar da melhor forma possível à anatomia do corpo, quando utilizados de forma correta e no tamanho correto, o desconforto é inexistente. Já em relação aos preços, estudos apontam que gasto em EPI representa menos de 0,05% dos investimentos de uma empresa.

Desenvolver a percepção dos riscos e incorporar no dia a dia da empresa as normas e regras de segurança do trabalho é a melhor forma de prevenir os acidentes. Portanto, a principal importância do EPI está na capacidade de ser incorporado a rotina de trabalho, resultando benefícios inestimáveis à segurança e a saúde do trabalhador.


Veja também

Comentários

  1. FLAVIO

    NO dia 21 de agosto de 1.997,se naquele dia eu tivesse usado EPI,não teria levado essa choque eletrico 13.800 volts,amputou meus braços para sempre, Abraços Palestrante Flávio Peralta.

    Responder
  2. Bruno Garcia TST

    Nós, técnicos de segurança, temos muita dificuldade em conscientizar os trabalhadores sobre a importancia do uso do Epi. Mesmo alertando, muitos ainda deixam de usar.

    Responder

Comentário