DDS EPI – Equipamento de Proteção Individual


Confira o DDS EPI – Equipamento de Proteção Individual.

Para exercer as atividades diárias no trabalho, não basta estar atento e ser dedicado. É preciso utilizar o equipamento de proteção individual (EPI) indicado para a função. Além de prevenir acidentes, os EPIs contribuem para evitar lesões e doenças ocupacionais.

Mais do que cumprimento de uma norma, o EPI é a garantia de qualidade de vida no desempenho de suas atribuições. O equipamento de proteção individual é um dispositivo ou produto de uso individual destinado à proteção de riscos. Normatizados pela Norma Regulamentadora – NR-06, os EPIs variam conforme a função e a atividade a ser desempenhada pelo trabalhador. Eles devem ser fornecidos gratuitamente pela empresa e substituídos sempre que necessário.

À empresa cabe ainda fornecer orientação sobre sua utilização e exigir dos funcionários seu uso durante a jornada de trabalho. Ao funcionário cabe a utilização correta do equipamento, o cuidado e manutenção do equipamento de proteção, além do pedido de substituição quando houver desgaste ou qualquer outro problema.

Tipos de EPIs

Todos os equipamentos de proteção individual devem ter o Certificado de Aprovação (CA), do órgão competente do Ministério do Trabalho e Emprego. Há diversos tipos de EPIs, cada um indicado a um tipo de atividade, conforme os riscos a que o trabalhador esteja exposto e a parte do corpo a ser protegida.

Confira alguns:

  • Proteção auditiva: Abafador ou protetor auricular;
  • Proteção respiratória: Máscara, filtro, etc;
  • Proteção visual e facial: Óculos, protetor facial, etc;
  • Proteção da cabeça: Balaclava, capacete, etc;
  • Proteção de mãos e braços: Luvas, manga, creme protetor, braçadeira, dedeira, mangote, etc;
  • Proteção de pernas e pés: Calçado, perneiras, meia, calça, etc.
  • Proteção contra quedas: Cinturão, cinto de segurança, etc;

EPI é benefício para empregadores e empregados

O uso dos EPIs é garantia para o empregador de que seu empregado está trabalhando com segurança e protegido de acidentes graves. Mas também serve para garantir que a produtividade não seja abalada. O empregado produz com segurança e tranquilidade.

Para os empregados, é a garantia da saúde preservada. É fundamental seguir as recomendações legais e usar os equipamentos recomendados para a atividade desempenhada. A lei protege o trabalhador ao exigir o equipamento, mas também será severa caso ele não cumpra sua parte na utilização correta.

Fiscalização dos EPIs

Além de fornecer o equipamento de proteção individual, cabe à empresa a responsabilidade de treinar seus funcionários quanto a seu uso correto, manutenção e forma de guardar para que estejam sempre bem conservados. Também compete a ela a fiscalização do uso e do estado de conservação do equipamento. Evite acidentes, utilize o EPI. Sua vida é o bem mais importante da empresa.

Gostou do DDS EPI – Equipamento de Proteção Individual? Então, não esqueça de acompanhar o Blog Segurança do Trabalho pelas redes sociais: TwitterFacebook e Google plus.


Veja também

Comentário