DDS Cinta Lombar


A cinta lombar é um equipamento importante na prevenção, composta por suspensórios, base do suporte, hastes e dispositivo antiderrapante, porém poucas pessoas dão a devida importância para sua utilização.

Dores nas costas afetam hoje 36% da população brasileira e desses, 68% necessita buscar tratamento médico. Esse é o retrato da falta de cuidado e de atenção no dia a dia com a coluna. A coluna é a segunda maior fonte de dor no mundo, perdendo apenas para a cabeça. Agachamento inadequado, postura incorreta, carregamento de peso, esforço exagerado, movimento inadequado são alguns dos motivos que podem provocar LER ou DORT.

Por que usar a cinta lombar?

O sistema de músculos, ligamentos, vértebras, nervos e discos que integram nosso corpo são muito complexos. Diariamente sobrecarregamos nossa coluna, seja caminhando, sentados, carregando peso, nos movimentando. Imagine agora a coluna vertebral como o alicerce de todo o nosso corpo. Imagine também a pressão que essa estrutura sofre. Ela é acentuada na região da cintura ou região lombar onde tudo é centralizado.

Além da conscientização do movimento e do próprio corpo, de exercícios e cuidado com a postura, há dispositivos auxiliares que ajudam a minimizar essa pressão. Padronizada e confeccionada de acordo com normas de segurança, a cinta lombar proporciona maior segurança nas atividades evitando lesões. Ela ajuda a manter as curvas lombar e dorsal no alinhamento correto, diminuindo a tensão e evitando desvios.

A cinta lombar eleva a rigidez do tronco, reduzindo a exigência de maiores forças musculares. Elas restringem a mobilidade do tronco fazendo com que a pessoa mantenha uma postura correta.

Para quais atividades a cinta lombar é indicada?

A cinta lombar é indicada para todas as atividades que utilizem a coluna. Você conhece alguma que não use a coluna?

Na área médico hospitalar, os enfermeiros são os que mais sofrem com lesões na coluna devido ao esforço na movimentação de pacientes. Profissionais que trabalham com tosa e banho também sofrem com a sobrecarga na coluna. Há modelos no formato de avental que possuem inclusive espaço para colocação de equipamentos como tesouras, escovas, etc. Profissionais que trabalham com movimentação de carga devem fazer uso da cinta lombar.

Como cuidar de sua cinta lombar:

  • Lave com água morna e sabão neutro.
  • Seque à sombra sobre uma superfície plana.
  • Não deixe pendurado pelos suspensórios.
  • Não utilize ferro ou secadoras.
  • A máquina de lavar pode ser utilizada, porém isso reduzirá a durabilidade do equipamento. Coloque na máquina sempre com velcros e fechos fechados.
Como reduzir o risco no levantamento de cargas e objetos

Para evitar lesões, há algumas dicas interessantes:

  • Evite levantar a carga diretamente do chão. Sempre que possível, deixe a carga a ser carregada a 75 cm do piso (sobre uma mesa ou outro local seguro). Isso diminui a sobrecarga na coluna no momento de pegar a carga.
  • Procure padronizar o peso da carga em 15kg. Esse é um peso médio que praticamente todas as pessoas podem carregar sem danos.
  • Ao erguer do chão, pegue o peso de frente, sem girar o tronco. Mantenha a carga junto ao corpo. Procure contrair o abdômen ao levantar a carga.
  • Alças e aberturas nas caixas ajudam a pegar e levantar com menor esforço.
  • O ideal é realizar um levantamento a cada 5 minutos. Rodízios e pausas são necessários durante a jornada de trabalho. O ideal é trabalhar com levantamento de cargas apenas uma hora por dia.
  • Ferramentas auxiliares podem ajudar, como carrinhos manuais, ponte rolante e outros.

Vale lembrar que cintas lombares não fazem milagre. Elas são auxiliares, ajudam a proteger a coluna. O cuidado com a postura é indispensável.


Veja também

Comentário