Dicas de Conservação e Higienização de EPI


Hoje, o texto é sobre dicas de conservação e higienização de EPI. Confira!

Um equipamento de proteção individual (EPI) é um dispositivo, conceituado na Norma Regulamentadora nº 6 (NR 6), como sendo o dispositivo ou produto de uso individual pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e saúde no trabalho.

Ainda de acordo com as normas regulamentadoras, o empregador tem obrigação, quando necessário, de oferecer o EPI aos seus empregados, pelo outro lado, o empregado tem obrigação de usá-lo conforme suas especificações para garantir a proteção contra acidentes no trabalho e doenças ocupacionais.

Esses dispositivos são comprovadamente eficazes na atenuação de riscos ambientais, pois são proveniente de estudos científicos para sua efetiva elaboração, para garantir sua eficácia e eficiência.

No Brasil um EPI só pode ser comercializado diante do comprovado Certificado de Aprovação (CA), ao qual garante que o mesmo passou por estudo e também por testes em laboratório tornando-o apto para atenuação de riscos ocupacionais.

O empregador deve disponibilizá-lo, ao receber o equipamento, o empregado é submetido a treinamento adequado para que sua utilização seja eficiente e alcance o objetivo proposto. O uso deve ser estritamente para a finalidade determinada e seu uso apenas no local indicado.

O empregado tem a obrigação de usá-lo de forma correta e também possuí a responsabilidade de preservá-lo, para garantir uma vida útil maior e sua eficácia, com a conservação adequada e de extrema importância, sua higienização.

Para tanto, algumas dicas de conservação e higienização são importantes no dia a dia do uso desses EPI’s. Vale lembrar, que os EPI’s podem ter cuidados de conservação e higiene peculiares, portanto vamos analisar de uma forma global.

  • Sempre utilize sabão neutro para lavar os EPI’s, evite produtos agressivos, como abrasivos e corrosivos;
  • Em EPI’s que possuam lentes, evite o atrito extremo de papel para higienizar, para evitar arranhões;
  • Sempre secar a sombra, pois a exposição ao sol ou calor intenso, pode danificar o EPI, causando ressecamento da superfície e favorecendo rachaduras, interrompendo sua eficácia e durabilidade;
  • Evite quedas, quando um EPI é submetido a queda pode danificar sua estrutura, se possível, guarde-o em sua embalagem original, pois possuí um formato apropriado que o protege por inteiro e também evite guardar em aglomerações, pois demais objetos podem danificar o equipamento;
  • Se atente ao tipo de EPI, pois pode ser higienizado com água corrente, pano úmido ou papel absorvente;
  • Nunca aguarde um EPI úmido, pois haverá proliferação de bactérias, podendo provocar infecções e alergias;
  • Ao usar botas, nunca as use sem meias e se possível utilize um pó anticéptico, jamais faça uso se as botas estiverem úmidas.

A conservação e a higienização de EPI fazem parte da segurança no trabalho, portanto o cumprimento das normas da empresa é fundamental, mas se atentar para essas dicas, pois garante não só a eficiência de cada EPI, mas também promove a qualidade de vida no trabalho, mantem a produtividade e acima de tudo a saúde do empregado.

Siga as dicas de conservação e higienização de EPI. Colabore para a sua saúde e de todos, evite doenças ocupacionais e os acidentes de trabalho.


Veja também

Uma ideia sobre “Dicas de Conservação e Higienização de EPI

Comentário