Coleta de Lixo: Os Riscos da Atividade aos Trabalhadores


Saiba quais são os riscos da coleta de lixo para a saúde dos trabalhadores e como amenizá-los.

A coleta de lixo é um serviço essencial para a vida em sociedade. No entanto, é uma atividade devastadora para a saúde e arrisca a integridade física dos trabalhadores.

Atendendo a pedidos, o artigo de hoje trata dos riscos dessa atividade para os trabalhadores, bem como os cuidados possíveis para amenizá-los e os adicionais que esses profissionais devem receber como compensação.

Riscos da Coleta de Lixo Urbana aos Trabalhadores

A coleta de lixo é uma atividade que traz riscos tanto à saúde quanto à integridade física dos trabalhadores, começando pelo próprio objeto da atividade: o lixo.

O lixo orgânico, por si só, já oferece alto nível de perigo, pois pode estar contaminado por secreções contendo vírus, bactérias e fungos, produtos químicos e substâncias tóxicas. Mas o principal motivo de acidentes é que as pessoas não têm o hábito de separar e acondicionar corretamente o lixo. Logo, o trabalhador nunca sabe o que está coletando e o risco de se ferir com objetos cortantes e perfurantes é altíssimo.

Podemos mencionar ainda o grau de esforço físico necessário: na maioria das vezes, os coletores sobem e descem do caminhão o dia todo, correm para apanhar os sacos e ainda precisam retirá-los de lixeiras altas. O resultado são lesões musculares, articulares e até mesmo quedas e atropelamentos.

Some-se a tudo isso a exposição constante à radiação solar, variação de temperatura, chuvas, vibração, ruído, umidade, poeira, animais de rua e risco de acidente durante a compressão do lixo e a descarga do caminhão.

Equipamentos e Medidas de Proteção

Embora seja impossível neutralizar os riscos, algumas medidas podem ser tomadas para diminuí-los, tais como:

  • Uso de EPIs: basicamente, óculos, luvas, calçados e roupa com mangas compridas. Os itens podem receber proteção contra umidade, respingos de produtos químicos, baixas temperaturas, agentes cortantes e perfurantes, atrito, entre outras. Necessário também o uso de protetores auditivos e respiratórios, coletes refletores, máscara, creme para proteção contra agentes químicos, filtro solar e boné.
  • Fornecimento de água: O esforço físico e a exposição ao sol aumentam o risco de desidratação e insolação.
  • Treinamento e conscientização dos trabalhadores: A maioria dos trabalhadores da coleta de resíduos desconhece ou subestima os riscos a que estão expostos. Por isso, é fundamental promover treinamentos sobre segurança do trabalho, ergonomia e fiscalizar o uso dos EPIs.
  • Assistência médica e psicológica: Além dos riscos já mencionados, o trabalho em ritmo acelerado é estressante, podendo causar tensão nervosa, hipertensão e diversas outras doenças. Como agravante, muitos dos trabalhadores têm problemas com alcoolismo e o trabalho nessas condições pode provocar acidentes sérios.
  • Campanhas de conscientização: Embora não seja uma medida trabalhista, campanhas para estimular a população a embalar corretamente objetos cortantes e perfurantes antes de descartá-los pode ajudar a diminuir o número de acidentes.

Adicionais de Periculosidade e Insalubridade para Coletores

Como já mencionado acima, os coletores trabalham expostos tanto a insalubridade (agentes nocivos químicos, físicos e biológicos) quanto a periculosidade (risco à vida e à integridade física).

Como a legislação trabalhista proíbe a acumulação dos adicionais, paga-se o mais vantajoso para o trabalhador, geralmente o de insalubridade, que é concedido em grau máximo (40%).


Veja também

Comentários

  1. Wagner

    A Insalubridade é mais vantajoso?…os 40% nao é sobre o salário minimo!?…nao seria mais vantajoso a periculosidade que é sobre o salario normativo!?

    Responder
  2. Juci

    Olá, surgi uma duvida em relação aos coletores de resíduos. A insalubridade é de 40%, baseando no salario mínimo de 880,00 que fica 352,00 reais e a periculosidade é 30% em cima do piso que eles recebem na carteira. Será que eles recebem somente um salario minimo? O tempo para aposentar, recebendo insalubridade é menor que de periculosidade?

    Responder
  3. Rosana

    Concordo com os colegas acima, Coletores recebem adicional de Insalubridade e não de Periculosidade, como dito no artigo.

    Responder
  4. Fred

    Amigos, Periculosidade é NR 16, o que não consta lá não existe “periculosidade” nos termos de adicional.

    Responder

Comentário