DDS Montagem de Andaimes


Muitas atividades requerem o uso de andaimes, como pinturas, manutenções, reformas em geral, porém para o seu uso é necessário uma série de procedimento, entre eles, a montagem de andaimes corretamente.

No entanto, é necessário saber o que é um andaime. Andaime é um modelo de estrado de uso provisório, podendo ser de madeira ou de estrutura metálica, a qual vários profissionais desenvolvem suas atividades, como os pedreiros, pintores e demais operários, em suma, em alturas superiores à 2 metros, com o uso obrigatório do cinto de segurança.

Há vários tipos de andaimes, específicos para cada atividade e localidade, na NR-18 é possível observar assuntos correlatos a andaimes e plataformas de trabalho, em específico no item 15, as opções são:

  • Andaime multidirecional – é o andaime tubular, sua montagem não necessita de porcas e parafusos, sendo assim, uma montagem mais rápida, segura e precisa, pois permite um encaixe mais rápido de seus elementos horizontais e diagonais por meio de uma pinça com chaveta.
  • Andaime fachadeiro – como o próprio nome diz, é para fachadas de larga escala, são montados os de estrutura metálica, sapatas, diagonais, travessas, escadas e guarda corpo. É conhecido também como andaimes de encaixe, em virtude ao modo de encaixe de seus elementos. Esse tipo de andaime é apropriado para tanques, fachadas de prédios ou superfícies que contenham fachada. A montagem desse andaime é realizada de maneira contínua, sua plataforma de piso se encontra no interior, proporcionando ao usuário uma maior segurança em virtude do rodapé e guarda corpo. Os usuários devem respeitar a carga de capacidade desse andaime, conforme as especificações do fabricante, a NR-18 relata que a carga deve ser distribuída de maneira homogenia e em hipótese nenhuma obstruir a circulação de indivíduos e garantir em sua totalidade a segurança de todos.
  • Andaime móvel – é o tipo de andaime que é apoiado sobre rodas, facilitando sua movimentação, sendo de uma estrutura menor e pré-fabricado para obter maior facilidade em seu transporte. Por conter rodinhas, sua montagem e uso deve ser somente em superfícies lisas e que suporte seus esforços, sendo que os rodízios devem conter sistema de travamento para evitar deslocamentos indesejados. Bem como todos os tipos de andaimes, deve possuir guarda corpo, escada, rodapé e nunca ser movimentado com carga ou indivíduos em sua plataforma.
  • Andaime em balanço – como o nome sugere, é um andaime para uso suspenso, com apoio em balanço. É usado normalmente, quando não é possível o uso na superfície ou horizontal resistente. Sua montagem se dá por meio de sistema de fixação à estrutura da edificação e é necessário ter uma capacidade de suporte de até três vezes os esforços que serão realizados. Importante também manter a estrutura de forma a ser contraventada e ancorada para eliminar toda hipótese de oscilações.
  • Andaime simplesmente apoiado – a estrutura de trabalho se encontra apoiada sobre a superfície de suporte e não dependem da edificação ou ambiente a ser utilizado. Sua montagem se dá por meio dos postes de acesso que são apoiados em bases metálicas sobre apoio resistente, com capacidade suficiente para garantir as cargas e esforços realizados.

Seja qual for o andaime a ser utilizado, todos devem seguir as especificações do fabricante em relação a sua montagem, uso, capacidade, transporte e desmontagem. O usuário deve ser capacitado, usar todos os equipamentos de proteção individual e ter boa condição de saúde para seu uso, para evitar qualquer desconforto que possa ocasionar um acidente.

Para a montagem de andaimes, se atente a rede elétrica, isolamento da área, tipo de superfície, movimentação de cargas, entre outros. Bom trabalho, com segurança!


Veja também

Comentário