O que é LER?


LER é uma síndrome que acomete muitos trabalhadores na atualidade. Confira suas características, sintomas e como preveni-la no artigo de hoje.

O que significa LER?

LER é a sigla para Lesão por Esforço Repetitivo. Não se trata de uma doença específica, mas sim de uma síndrome composta por diversas doenças que se manifestam devido ao desempenho de uma atividade repetitiva e contínua, como bursite, tendinite, tenossinovite, síndrome do túnel do carpo, síndrome do desfiladeiro torácico, epicondilite, síndrome do pronador redondo, dedo em gatilho, mialgias, entre outras.

Todas essas doenças afetam músculos, nervos e tendões, geralmente dos membros superiores, sobrecarregando os sistemas esquelético e muscular e causando um quadro de inflamações e fortes dores.

Causas da LER

A LER é causada não apenas pelos movimentos repetitivos, mas principalmente pela postura incorreta durante a atividade. O tracionamento e levantamento de pesos de forma incorreta também influencia o surgimento da síndrome, que se desenvolve silenciosamente ao longo da vida e só é percebida quando já a região afetada já apresenta um sério grau de comprometimento.

As pessoas mais atingidas são aquelas que passam o dia todo no computador. Pessoas que seguem dupla jornada por manter dois empregos ou trabalhar e fazer serviços domésticos também estão mais sujeitas a desenvolver LER, bem como atletas que praticam atividades intensas.

Quais são os sintomas de LER?

O principal sintoma da LER é a dor crônica na região afetada, que se intensifica cada vez mais quando o trabalhador não procura tratamento. Lembra a dor do reumatismo ou a de esforço estático, como a de segurar um objeto pesado por muito tempo com o braço parado. Podem ocorrer formigamentos, dormência, sensação de choques ou de queimadura e dificuldade para movimentar o membro afetado.

Em caso de suspeita de LER, interrompa imediatamente a atividade suspeita de desencadear a síndrome e procure um médico.

Vídeo sobre LER

Confira abaixo o vídeo desenvolvido pela Fundação Jorge Duprat e Figueiredo – Fundacentro acerca das Lesões por Esforço Repetitivos – LER:

⇒ Assistir – Vídeo LER e o Mundo do Trabalho.

É fundamental fazer pequenos intervalos ao longo da atividade. Pausas rápidas e frequentes são mais eficazes do que um período de descanso mais longo. Durante as pausas, faça um bom alongamento e caminhe alguns metros.


Veja também

Comentário