Ações de combate ao Aedes Aegypti nas empresas


As empresas de todo o Brasil também precisam estar engajadas no combate ao mosquito Aedes Aegypti, responsável pela transmissão da dengue, zika vírus e chikungunya. Através de medidas simples, é possível manter a proteção de todos os funcionários, bem como dos vizinhos da empresa, contra o mosquito.

De pequenos estabelecimentos a grandes indústrias, todos estão sujeitos a serem foco das doenças. Por este motivo, é necessário incluir métodos de combate ao Aedes Aegypti nas políticas de saúde e segurança ocupacional da companhia.

O primeiro passo é nomear uma pessoa responsável pela elaboração de um plano e o acompanhamento das técnicas de eliminação do risco de focos do mosquito. Esse plano deverá prever todas as etapas de combate e eliminação do perigo, além de atribuir responsabilidades e envolver todos os departamentos da empresa.

Abaixo, listamos algumas ações que podem ser implementadas pelas empresas para o combate do Aedes Aegypti:

  • Faça uma vistoria detalhada: A partir da nomeação da pessoa responsável pela implantação das ações necessárias, a primeira atitude é fazer uma vistoria detalhada por toda a estrutura da empresa na busca por situações que sejam favoráveis ao aparecimento e proliferação do mosquito. Neste primeiro momento, é preciso identificar e corrigir as circunstâncias que acarretam o acúmulo de água.
  • Planeje a realização de acompanhamentos semanais: Mesmo que alguns problemas sejam solucionados contra o mosquito, é necessário que a empresa estabeleça um planejamento de vistorias semanais por todo prédio para a garantia da segurança contra o Aedes Aegypti.
  • Envolva todos os funcionários no combate ao mosquito: O envolvimento de todo o quadro de funcionários é fundamental no combate ao mosquito da dengue, zika e chikungunya. A equipe precisa de treinamento específico para ficar atenta a qualquer risco encontrado. Neste item, os funcionários da limpeza são imprescindíveis para manter a empresa livre do Aedes. Integrantes do RH, da CIPA, comunicação e marketing também serão primordiais para que as informações internas, campanhas e treinamentos atinjam toda a equipe.
  • Crie um relatório de riscos: Criar uma lista com os riscos e focos encontrados é outra ação fundamental no combate ao Aedes Aegypti. Os registros ajudam na identificação de padrões de comportamento que ajudarão em novos métodos corretivos.
  • Mantenha a comunicação entre os funcionários: Além do envolvimento e treinamento de todo o quadro, a figura do Médico do Trabalho é fundamental na batalha contra o mosquito da dengue. É ele quem informará ao coordenador da campanha a quantidade de casos encontrados por funcionários. O Médico do Trabalho também poderá identificar os sintomas, caso algum colaborador contraia as doenças.
  • Motive a equipe a trabalhar no combate ao Aedes Aegypti: Assim como na sinalização contra acidentes do trabalho, a empresa poderá adotar um painel de identificação com o número de dias que a empresa está sem casos de dengue entre os colaboradores. Essa é uma maneira de motivar os funcionários e também demonstrar a responsabilidade do local com a saúde pública como um todo.

⇒ Leia também: Dicas de Sustentabilidade Ambiental nas Empresas.

Através da implementação das ações citadas acima, o empregado se sentirá encarregado por eliminar o foco do mosquito, dentro e fora do ambiente de trabalho.

Atuar no combate ao Aedes Aegypti é uma demonstração de responsabilidade social da empresa que garantirá maior engajamento dos funcionários e, consequentemente, mais produtividade para a companhia.


Veja também

Comentário