Segurança e Medicina do Trabalho – Qual a Diferença?


A Segurança e Medicina do Trabalho são áreas conectadas, mas distintas. Saiba diferenciá-las.

O que é Segurança do Trabalho?

Segurança do Trabalho é a ciência que trata da prevenção dos acidentes no ambiente de trabalho.

No dia-a-dia corporativo, pode ser definida como o conjunto de medidas técnicas que devem ser adotadas para prevenir ou eliminar do ambiente os riscos à segurança e à integridade física dos trabalhadores, ensinando-os a respeitar e utilizar as medidas preventivas para preservar sua capacidade laborativa.

Objetivo da Segurança do Trabalho

As medidas de segurança do trabalho visam proteger o trabalhador tanto de riscos inerentes à sua função (como acidentes com máquinas pesadas, contaminação por materiais químicos ou biológicos), quanto de outros riscos mais genéricos (incêndios, choques elétricos, etc.).

Para efetivar sua função, a Segurança do Trabalho atua em várias frentes:

  1. Fiscalização nos locais de trabalho, identificando e tomando providências para eliminar ou reduzir situações de risco;
  2. Distribuição e orientação sobre o uso de equipamentos de proteção individuais e coletivos;
  3. Treinamento sobre medidas de segurança, higiene, ergonomia e uso seguro de máquinas e equipamentos;
  4. Conscientização dos funcionários sobre a importância de observar as normas e colaborar com um ambiente de trabalho seguro;
  5. Análise das estatísticas de doenças e acidentes de trabalho, visando a adoção de medidas preventivas;
  6. Criar planos para lidar com emergências, como incêndios e catástrofes naturais.

Profissionais de Segurança do Trabalho

Os profissionais habilitados a atuar na área são os Técnicos e Engenheiros de Segurança do Trabalho.

O que é Medicina do Trabalho?

É a área da Medicina que atua na preservação da saúde do trabalhador, especialmente em relação a doenças ocupacionais e profissionais.

A Medicina do Trabalho atua ao mesmo tempo no diagnóstico, na prevenção e no tratamento de doenças originadas pelo trabalho.

Objetivo da Medicina do Trabalho

A Medicina do Trabalho busca preservar a qualidade de vida do trabalhador e a manutenção de sua saúde física, mental e social. Preocupa-se em amparar o trabalhador doente ou acidentado e sua família e também em garantir uma interação saudável entre os empregados.

Outra atribuição importante da Medicina do Trabalho é avaliar a capacidade laborativa do trabalhador para exercer uma determinada função por meio dos exames médicos obrigatórios (admissional, demissional, periódicos, para mudança de função e de retorno ao trabalho).

Profissionais de Medicina do Trabalho

Estão aptos a atuar na área os Médicos, Enfermeiros e Auxiliares de Enfermagem de Medicina do Trabalho.

Diferença entre Segurança do Trabalho e Medicina do Trabalho

Enquanto a Medicina do Trabalho atua na manutenção da saúde e da qualidade de vida do trabalhador, a Segurança do Trabalho garante sua integridade física e a preservação da sua vida.

Pode-se concluir, portanto, que ambas as áreas se complementam e são responsáveis por zelar pela melhoria do ambiente laboral e assegurar condições dignas de trabalho aos empregados.


Veja também

Uma ideia sobre “Segurança e Medicina do Trabalho – Qual a Diferença?

Comentário