O que é Reabilitação Profissional – INSS?


Reabilitação profissional é um serviço prestado pelo INSS aos segurados acidentados ou portadores de doenças que os impedem de exercer a atividade laborativa atual, visando reinseri-los no mercado de trabalho.

Durante o programa, a Previdência oferece assistência médica, psicológica e fisioterápica, acompanhamento por assistente social, fornecimento de próteses, órteses e instrumentos de trabalho, treinamento profissionalizante, cursos de informática e benefícios como auxílio-transporte e auxílio-alimentação.

Objetivo da Reabilitação Profissional – INSS

O objetivo do programa é reinserir o trabalhador acidentado ou portador de doença no mercado de trabalho, readaptando-o para exercer uma função compatível com seu estado de saúde.

O programa é totalmente custeado pela Previdência Social e obrigatório para todos os segurados que forem considerados aptos a participar do treinamento.

Legislação da Reabilitação Profissional – INSS

A reabilitação profissional e social para o trabalhador parcial ou totalmente incapaz para o trabalho ou portador de deficiência é regulada pelos artigos 89 a 93 do Regime Geral da Previdência Social (Lei nº 8.213/91).

Segundo o artigo 89, a reabilitação deverá proporcionar aos beneficiários os meios para reeducação e readaptação necessários para que este possa voltar a participar do mercado de trabalho e do contexto em que vive.

A adoção de programas de reabilitação profissional também é recomendada pela Convenção nº 159 da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Quem tem Direito a Reabilitação Profissional – INSS?

Submeter-se a reabilitação profissional é ao mesmo tempo um direito e um dever dos segurados da Previdência. Os segurados são convocados a participar com base em critérios como idade, escolaridade, adaptação ao benefício por incapacidade, proximidade de centros de reabilitação, possibilidade de convênio com empresas, entre outros.

Têm prioridade no atendimento quem recebe auxílio-doença previdenciário ou acidentário; aposentadoria especial, por idade ou tempo de contribuição que tiveram sua capacidade funcional reduzida por acidente ou doença; segurados sem a carência necessária para gozar de auxílio-doença; aposentados por invalidez; portadores de deficiência sem vínculo com a Previdência; e dependentes de segurado inválidos ou portadores de deficiência, de acordo com as disponibilidades administrativas, técnicas, financeiras e as condições da unidade de atendimento da Previdência Social.

O segurado que estiver em gozo de auxílio doença terá prioridade de atendimento no programa e continuará recebendo o benefício normalmente durante a fase de reabilitação. Não é exigido período de carência para iniciar o treinamento.

Como funciona a Reabilitação Profissional – INSS?

A Previdência encaminha automaticamente os segurados elegíveis para participar da reabilitação profissional após a perícia médica, quando o perito assim orientar. Os segurados são obrigados a submeter-se ao programa, sob pena de suspensão do benefício.

Após a conclusão do treinamento, o INSS emite certificado indicando a atividade para a qual o trabalhador foi capacitado.

As empresas são obrigadas a manter vagas exclusivas para trabalhadores readaptados, cujo número varia de acordo com a quantidade de funcionários.


Veja também

Comentários

  1. simaria

    Voltei de benefício de acidente de trabalho estou c uma doença cronica meu medico encaminhou varios laudos para a empresa solicitando o incaminhamento ao inss porem a empresa n me incaminhou acabou minha instabilidade e me demitiu tem 4 meses aindo posso buscar esse benefício

    Responder
    1. cilas

      sim ,eu estou em auxilio doenca pois sofri um acidente na empresa e quando falei pra empresa que ia fazer a cirurgia no meu joelho
      a empresa me mandou embora recebi o auxilio desemprego os meses, e depois marquei pericia com o inss fui reprovado na primeira pericia ,mas recorri e assim consegui vc tem que ter doze meses pagos no inss.E tambem coloquei a empresa na justica como me encostei no inss nao aceitei acordo e esta rolando ja vou pra dois anos encostado e direito seu o beneficio auxilio doenca.

      Responder
  2. Carlos Cézar Ferreira de Queiroz

    Fiz uma cirurgia de hérnia de disco na coluna, fui para o INSS e por um tempo recebi o auxilio doença, mas depois o perito me considerou apto, mesmo com o laudo dizendo que eu não tinha condição por tempo indeterminado, mesmo assim voltei para a empresa e depois de 4 meses ela me mandou embora, já um ano que tento voltar a trabalhar mais por não poder exercer todo tipo de atividade não estou conseguindo recolocação no mercado ainda tenho direito desse beneficio?

    Responder
  3. paulo

    Boa noite,fui encaminhado para reabilitacao , mais segundo a empreza em q trabalho nao tem como me recolocar o q vai acontcer comigo

    Responder
    1. Sérgio

      Olá, Paulo.

      Mesmo que a empresa se negue a te reabilitar o INSS, realizará a reabilitação na comunidade e após este período seu benefício será cessado e terá que retornar para a empresa.

      Responder
  4. Marcia Regina

    Minha irmã ficou cega de ambos os olhos passou na perícia no setor de reabilitação, e pediram que ela retorne daqui a um ano somente com a carteira profissional, pergunte se precisava levar exames e laudos disseram que não que ela irá passar com a orientadora alguém sabe me informar se eles pretendem aposenta la por invalidez.

    Responder
  5. jose p. pinheiro

    sou vigilante patrimonial…fui afastado doença cronica….mas tb. sou formado tec seg trabalho..posso ser reabilitado netsa função

    Responder
    1. Valdimiro Cordeiro

      Nesse caso não há necessidade de reabilitação profissional pois vc ja possui a formação para o exercício dessa função.

      Responder
  6. Samdra Apatecida de Mello Rodtigues

    Fiz uma cirurgia de coluna lombar extensa . Nessa artrodese de coluna lombar foram colocados 7 pinos as astes e a tela . A perita do INSS também viu minha incapacidadr de voltar ao trabalho e me encaminhou para reabilitação proficional.Uma secretaria do proprio local pegou e anotou meu tekefone

    Responder
  7. Samdra Apatecida de Mello Rodtigues

    Fiz uma cirurgia grande de coluna lombar . Uma artodese de coluna lombar em varios níveis,foram colocadas 7 pinos as astes e a tela. A perita do INSS aqui da Av.Rio das Pedra S.P. constatou minha incapacidade de retorno ao trabalho me deu esse laudo e me encaminhou para reabilitação profissional a secretaria dessa unidade me entregou o laudo anotou o telefone da minha residencia e de meu celular e disse pra eu aguardar que me ligariam dizendo dia hora e local (que segundo ela seria na Penha S.P). Estou preoculpada pois isso foi dia 27 /julho /2015 e até agora não recebi tal telefonema. Como devo proceder??

    Responder
    1. paula

      oi td bem com vc e ai como ficou sua situaçao ? o inss te ligou u voce foi ate o inss para saber onde iria fazer a reabilitaçao

      Responder
    2. Janete

      Eles ti ligam mantenha os tel atualizado ti chamar ao no momento certo mas precisam ti encontrar quando ti procurar comigo foi assim

      Responder
    3. Tatiele Morais

      Também aconteceu isso comigo já faz um ano e até agora nada,continuo recebendo o benefício não sei se vou agência ou se espero eles entrarem em contato comigo, soube de pessoas que passaram quase 3 anos para ser contatado..

      Responder
      1. claudio

        Tatiele boa noite … Estranho pq o inss nao chamando o beneficio ficara ativo por 3 ou 4 meses e depois ele entrara em data limite onde vc tera mais 90 dias caso o inss nao entre em contato com vc , vc tera que procurara a reabilitaçao .. no documento que eles te dao tem as datas la .. Abraços
        Obs: Se for o seu caso e claro ,, muitos que se encontram na reabilitaçao hj e esperando e assim

        Responder
  8. mari nunes

    Quem entrou no inss com laudo por depressao e agora se acha apto pode solicitar ao INSS reabilitação para o próprio trabalho ou para outro emprego ?

    Responder
    1. claudio

      Ola Mari , boa noite . Se vc ja se encontra apta vc podera ir direto a reabilitaçao e falar com a assistente social da sua agencia e pedi que te encaminhe ao medico perito da reabilitaçao o mesmo pedira que vc traga uma SIMA preenchida do sei medico assistente relatando todo seu processo de tratamento ate o fim e te liberando ao trabalho e assim sendo vc nao sera reabilitada e voltara ao trabalho.

      Responder
  9. Erivaldo oliveira

    Perdi um dos dedos e parte dos movimentos da mão no trabalho e tava a 1 ano afastado agora me chamaram pra reabilitação profissional eu volto a trabalhar normal?

    Responder
  10. jeferson

    Estava trabalhando sofri ,acidente indo trabalha fiquei 2 anos e meio afastado pelo INSS me encaminharão para reabilitação logo em seguida fui demitido e estou com uma deficiencia do Plexo Braquial.

    Responder
  11. Camila

    Sofri um acidente e estou a quase 3 anos afastada, porem no periodo eu estava desempregada, meu beneficio tem a data de cessação no próximo mes, vou entrar com pedido de prorrogação, se caso eles me encaminhem para reabilitação como vai funcionar?
    Como faço pra saber se na minha cidade tem centro de reabilitação?

    Responder
    1. Maria jucineide

      Eles te mandam para cidade mas próxima de vc .foi assim comigo. Viajei durante um ano e meio 3 horas de viagem até a natal e ainda pegava coletivo chegava em casa de 9:30 da noite e saia de 9:00 da manhã.

      Responder
  12. Sérgio Augusto Pinheiro de Jesus

    Boa noite eu fiz uma cirurgia de risco na coluna lombar chiari volume 1 até hoje eu sinto muita dor na cabeça e estou com sobre carga na coluna cervical e tenho osteoporose e um cisto no joelho esquerdo estou de benefício eu sou motorista de bitrem zao e ao renovar o meu benefício a perita do inss me mandou para reabilitação eu não sei o que vai acontecer com migo porquê eu não posso voltar para minha atividade que eu estava

    Responder
  13. Edvaldo Gomes Vieira

    Tive um acidente dentro da empresa que trabalhava na mão no dedo direito o quarto dedo sou montador de estruturas e fiquei com meu dedo sem moivimentos tava pelo inss so que agora me passaram para reabilitação profissional o que faco ?

    Responder
  14. Edvaldo Gomes Vieira

    Tive um acidente de trabalho e perdi o movimento do dedo da mao direita tava pelo inss agora me passaram para reabilitação profissional o que devo fazer

    Responder
  15. ademir olivera

    fas sinco ano queu tou encostado pois tenho protes total de quadil esquerdo tou esperando para por outra no direito me encaminharam para reabilitasao mas minha inpresa falio

    Responder
  16. Regina

    Bom dia!
    Estou afastada há quatro anos por neoplasia maligna de mama.
    As primeiras perícias davam três, seis, nove meses de afastamento. A última perícia me deu dois anos, que terminam agora em dezembro.
    Farei 53 anos antes da perícia.

    Como ficará meu caso? Quais as possibilidades?

    Responder
  17. Alexandre Santos Oliveira

    Estou afastado da minha função por depressão o meu medico pediu a minha readaptação então marquei a perícia sou caixa bancário e não aguento mais trabalhar com o publico oque devo fazer?

    Responder
  18. maxwell rodrigues martinelli

    eu sofri um acidende e perdir a perna e mais eles pediro pra mim estudar mais eu nao tenho comdicao di estudar porque a escola e longe e nao tem onibuis i morro na zona rural

    Responder
  19. marcio

    bom dia

    trabalho em duas empresas de segurança privada no qual sofri acidente de percurso em uma delas ja estou afastado a quase 3 anos e estou para retornar minha duvida é tenho estabilidade nas duas empresas ou so na que eu sofri acidente e foi aberto o cat obg desde já

    Responder
  20. marcos

    Boa noite sou bombeiro civil estava afastado e quando voltei do afastamento ao passar pelo médico do trabalho fui encaminhado para perícia de reabilitação devido uma doença crônica na coluna só que na empresa em que trabalho os demais cargos são superiores ao meu nesse caso se o perito deferir o pedido o inss me custeará o curso por exemplo de técnico de seg do trabalho pois é o curso pelo qual estarei apto para uma função compatível com minha patologia dentro da empresa

    Responder
  21. Renato Ferreira

    Tenho um amigo bancários aposentado por invalidez com síndrome do pânico e demais complicaçoes. O mesmo é advogado e quer tentar exercer a função. Os médicos vão acompanhá -lo por um.periodo de cinco anos.Nestete caso poderá manter o benefício. No período de acompanhamento.

    Responder
  22. Denise

    Passei por perícia e fui encaminhada a reabilitação, fui agendar e me informaram q receberei uma carta em casa . este é o procedimento?

    Responder
    1. Tatiele Morais

      Também aconteceu isso comigo já faz um ano e até agora nada,continuo recebendo o benefício não sei se vou agência ou se espero eles entrarem em contato comigo, soube de pessoas que passaram quase 3 anos para ser contatado..

      Responder
  23. Delmir Paim

    Sofri um acidente de trabalho em 2003. 2010 foi concedido processo de reabilitação , que aguardasse a chamada em casa .2015 fui convocado comparecer em 24 horas na setor de reabilitação da agência em que o perito simplesmente me concedeu alta . o médico do trabalho conveniado a empresa , por tres vezes inapto e a última apto com restrições. A empresa não aceita as restrições do médico do trabalho.Marcado tres pericias no qual o perito não dar o parecer de reabilitação , somente alta. de tudo.São 9 meses sem saber o que é pagamento.Sofrendo vários constrangimentos.O que fazer.

    Responder
  24. Carlos Antônio

    Bom dia , fiz 4 cirurgias nos olhos tive descolamento de retina provocado pela doença de eales um doença rara fiz todo tratamento e assim que meu médico me liberou fui na empresa , mas quando minha médica viu meu laudo disse que teria que entrar com a minha reabilitação , pois o meu olho direito ficou com 20/200 , e correto isso pois não função que eu exercia não me afeta em nada sem se falar que de óculos a visao e bem melhor não entendi pois o médico disse que estava apto a praticar minha rotina de trabalho de offshore

    Responder
  25. geraldo magela

    Estive aposentado por 18 anos pelo INSS e eles jamais me chamaram para avaliar minhas condições para o trabalho. Em julho de 2014 solicitei a reversão da aposentadoria e voltei a ativa na empresa em fevereiro de 2015. Não me foi oferecido qualquer tipo de ajuda quanto a readaptação profissional pelo INSS. Na empresa me foi dito que justamente naquele período de minha volta não havia possibilidade de participar do programa gerido por ela, então temporariamente suspenso. Pelo fato de estar eu inadimplente com a empresa por causa de empréstimos, logisticamente fui encaminhado para uma lotação em “célula de apoio” que é um setor aonde se “cobram os clientes” e eu ali fazendo ouvido de mercador. Ao mesmo tempo que tentava negociar meu débito sem haver disposição da empresa em oferecer um plano compatível com a minha situação econômica. Em resumo, depois de sofrer humilhação de toda ordem e ser alvo de assédio moral e sexual, buscar continuamente o departamento médico da empresa e ser levado em banho maria, pedi demissão em julho de 2015. Saí com 3.000 reais. A ajuda que o INSS se prestou a dar por um ano e meio se acabou e me encontro desempregado. Estou buscando auxílio jurídico gratuito junto as mais diversas autarquias (estadual e federal) e tudo o que tenho direito é ouvir deles que devo buscar um advogado do próprio bolso.
    Nome no serasa e spc, além de bombardeado por telefonemas, cartas e ameaças por parte de credores. como fazer valer o direito que eu tinha de ser preparado para a volta ao trabalho pós reversão da aposentadoria, traduzindo isso em compensação financeira já que me demiti por motivos alheios a minha vontade (e tenho como provar o por mim alegado).

    Responder
  26. Jorge luis

    Oi boa tarde
    Em 1997 tive um acidente de trabalho pedi auxilio acidente pro inss e foi negado fui na justica e ganhei (ler tendenite ombro direito) em 2008 sofri outro acidente agora na coluna hernea de disco fiz a cirurgia e fiz a reabelitacao proficional voltei ao trabalho so que na mesma funcao depois de 3meses a hernea de disco voltou ai eu sai e entrei
    em outra empresa em outra proficao recebo o auxilio acidente eu encima do primeiro acidente pois hj meu salario e bem maior que do primeiro tem como trocar o valor.

    Responder
  27. natanael filho

    Estou a um ano no auxilio-doença e o inss me encaminhou para reabilitação profissional. Mas não quero faze-la. Como faço para comunicar isso ao INSS? Pois quero voltar ao trabalho.

    Responder
  28. LEO

    ESTOU AFASTADO DO SERVIÇO DESDE OUTUBRO 2010. PELO AUXILIO DOENÇA, TIVE FRATURA EXPOSTA DO FEMUR DA CABEÇA DISTAL COLOCANDO UMA HASTE INTRAMEDULAR, FICANDO ASSIM COM AFASTAMENTO DEFINITIVO PARA O TRABALHO. CONFORME MEU MEDICO. E AGORA O INSS QUEREM ME REABILITAR E ATÉ AGORA NADA. DEPOIS DESSE TEMPO DE 01 ANO DE REABILITAÇÃO, SE NÃO DER CERTO O Q ELES FAZEM? OBRIGADO.

    Responder
  29. Julia

    Estive por 7 anos em auxílio doença por uma doença crônica e que causa muita dor. Nos últimos 8 meses estava na reabilitação. No começo, a reabilitadora disse que a minha empresa tinha encerrado suas atividades aqui e que pra ela eu não poderia voltar, seria demitida. Depois, que havia um curso que eu poderia fazer que me proporcionaria trabalhar na minha área sozinha como autônoma. Achei bem interessante. Minha doença é no rosto e sinto muita dor. Mais tarde, disse que o médico da reabilitação não permitiu o tal curso porque eu tenho curso superior completo. Eu mesma me capacitei. E que o próximo passo seria a alta. Aí eu pergunto: que reabilitação é essa? Hoje tive alta e me encontro na mesma situação de saúde anterior, em tratamento, sem condições de trabalho com dores horríveis e nos próximos dias desempregada. E o tal curso ele não liberou mesmo. A tal reabilitadora ainda me confessou que esse curso era oferecido pra pessoas com um pouco menos estudo e que, decididamente, não o concluíam, não conseguiam. Ainda tive que ouvir de um médico, sem noção, que “quem sabe a minha doença poderia ser considerada uma deficiência e poderia me inscrever nas cotas” como deficiente quando fizer um concurso público. Aí respondi a ele que não era deficiente, estava apenas me tratando de um problema de saúde sério. Que ele já era considerado deficiente porque tem a visão em apenas um olho. Ficou uma “arara” porque perguntei que “reabilitação” foi essa? Disse que se eu não me sentisse em condições de voltar ao trabalho ligasse pra o 135 e voltasse para a fila. E que ele me achava em plena condição de voltar a trabalhar e continuar com as minhas consultas. Terminei esse diálogo dizendo que ele não conhece a doença que tenho, senão não diria tanta besteira. É um desaforo esse pessoal…

    Responder
  30. Tatiele Morais

    Sofri um acidente de moto em 2014,fraturei o joelho passei por perícia o médico me deu 45 dias voltei para outra perícia e ele passou reabilitação quando fui marcar a funcionária pegou meu endereço e telefone disse que eu esperasse uma carta ou ligação com as informações para a reabilitação e até hoje a mais de um ano não recebi nenhuma informação e contínuo recebendo o benefício,devo ir na agência ou espero ele me procurarem?

    Responder
  31. CARLOS

    trabalho como vigilante a 23 anos e ainda tenho cerca de 7 anos trabalhados por periodos anteriores em outras empresas , sendo que em todas essas empresas tambem trabalhei em pé . acerca de um ano atráz me acidentei no local aonde eu trabalhava pisando em um buraco e rompendo os ligamentos do joelho fui obrigado a fazer uma cirurgia depois de feita foi constatado que eu além desse problema ainda estaria com mais outros tipos de doenças como sinotovite ,sinovite,tendinite vindo a fazer com frequencia retiradas de liquido inflamatorio do joelho foi pedido pelo meu medico em laudos minha aposentadoria por incapacidadede exercer a minha funão na minha area profissional. sendo assim fiz uma perícia e o perito me colocou em processo de reabilitação se eles não conseguirem me reabilitar para a area da qual eu sou profissional eles vão me colocar para fazer um curso e depois o que acontece? se eu não me adaptar? tenho 53 anos de idade e a minha categoria é vista como especial.

    Responder
  32. ADRIANA E. SANTAROSA

    Como consigo o certificado de reabilitação, estamos contratando um reabilitado que nos informou que o INSS não fornece mais. Procede? Como saber se é realmente um reabilitado?

    Responder
  33. Zuleica Aparecida Rube

    Olá,fiz uma cirurgia de mastectomia direita total depois de 10meses fiz a reconstrução
    atraves de abdominalplastia,fiquei afastada pelo inss por 9meses tive alta mas não
    consigo exercer meu trabalho pois sou merendeira e tenho muita dor e não
    consigo pegar nada pesado que cai,posso recorrer da decisão ,tenho direito de ir para
    a reabilitação?tenho 50anos e 23anos de contribuição

    Responder
  34. jose curvello c. de menezes

    eu sofri acidente de trabalho em 1994 perdi a mao direita a nivel do punho hj estou aposentado mas gostaria de saber onde posso conseguir uma protese por favor me ajude , moro em sao paulo.
    ja tentei no posto do inss mas eles falaro que esse tipo de servico nao tem mais isso procede eu preciso de uma protese .
    grato pela atencao .

    Responder
  35. jairo alves

    Fiz cirurgia de retirada da cabeca do osso femural da perna esquerda consequentemente perda de 5 cm estou afastado por auxilio doenca a 4 anos o medico que me operou me disse que meu caso e irreverssivel mesmo colocando uma protese o qual o governo nao disponibiliza pq este tempo todo estou aguardando na fila de espera pelo custo ser auto. Agora o perito me volocou na reabilitacao sou vendedor de alimentos nao posso ficar muito tempo de pe pela dor que me causa na perna e na coluna e tbm nao consigo ficar muito tempo sentado o desconforto e grande e causa dor tbm. Mesmo que aconteca algum tipo de reabilitacao as dores sao frequentes ate mesmo com caimbaras horrives pela noite devido esforcos no dia. O que devo fazer? Ou como posso proceder? Mesmo pq caso volte a trabalhar a empresa fica a 100km de onde moro e consequentemente me demitira tenho 50 anos e certamente nao arrumarei trabalho tao facil o que devo fazer? O problema foi ocasionado porque sou portador do HIV e nao pela empresa tenho direito a alguma estabilidade?

    Responder
  36. alexandra kuri

    Bom dia passei pela pericia do inss no dia 01/04/2016 a médica me deu alta mas quando foi me da a carta saiu falta de tempo de contribuição porque tinha uma empresa que eu trabalhei 13 meses e não estava constando o tempo de contribuição ai pediram pra mim aguarda em casa até resolveram o problema mas estou com medo porque a medica me deu alta e ja faz um mes que estou aguardando e ainda não entraram em contato oque fazer .,

    Responder
  37. Lane

    Olá! Sofrir uma acidente em casa e cortei os 4 dedos da mão direita, lesionando os tendões, onde fiquei com sequelas, não consigo flexionar os 4 dedos e não tenho força no braço. Estou incapacitada de escrever, digitar etc… e pra completar tive câncer na mama esquerda fiz mastectomia radical e esvaziamento na axila… Q tb me deixou sequelas estou com linfodema (inchaço no braço) nesse braço estou incapacitada de fazer movimento brusco, pegar peso, levar furada, queimaduras, fazer movimentos repetitivos… enfim estou com problemas nos 2 braços sérios e estou no Aux. doença fazem 3 anos e agora foi chamada para reabilitação… me pergunto pra que??? N consigo escrever, fazer nada e estou com os 2 braços inválidos, sinto dores intensas… se a intenção do Inss é me ingressar no mercado e trabalho eles vão ter quer fazer uma mágica p eu pelos menos voltar a escrever pq até isso n consigo… gostaria de saber se posso recorrer a essa decisão??? E se posso ter esperança de me aposentar por invalidez?.

    Responder
  38. leonardo manoel da silva

    estou para ser reabilitado através de um curso fornecido pelo inss. gostaria de saber se neste curso eu não tiver um bom rendimento e não ser aprovado o que acontece ?

    Responder
  39. Eduardo C. Santos

    Olá sou manobrista em uma empresa de transportes de valores, sofri uma doença adquirida no trabalho e tive uma epicondilite lateral no braço direito,estou afastado a um ano e dois meses e não consigo mais exercer a mesma função devido a dor mesmo depois de ter o cotovelo operado.
    Oque devo fazer para ser reabilitado pelo inss e qualificar-me para outra atividade.

    Responder
  40. Marcos

    Meu nome é marcos eu tive um traumatismo craniano e uma hemorragia cerebral fiz uma cirurgia no crânio, coloquei uma prótese no meu crânio e mesmo assim eu fiquei com sequelas tenho várias crises convulsiva “convulsão” devido a lesão no cérebro.
    Eu tenho esse direito a reabilitação?
    Como a empresa vai me reabilitar se eu tenho essas crises convulsiva?

    Responder
  41. Luiz Marcelo Ormond

    Como tudo nesse país saquearam o INSS de tudo quanto foi jeito e o trabalhador, que contribuiu ao longo de anos de trabalho, quando se vê em um momento delicado por um acidente ou falta de saúde, fica passando por situações constrangedoras e desagradáveis que os peritos e outros funcionários ficam criando com o segurado.
    Isso é mais um jeito de dar uma “pernada” no segurado, acho que tinha que ser obrigatório contribuir para um seguro social privado ou particular, essa obrigatoriedade de contribuir para o INSS tinha que acabar!

    Responder
  42. Nalva Barbosa

    Sou professora de educação básica trabalho com crianças de 5 anos. Já tive afastamentos por sindrome de meniere, labirintite, fendas vocais e calos nas cordas vocais, cirurgia de retirada de tumor e desde dezembro estou afastada por abaulamento cervucal e lombar, espondiloartrose cervical e lombar degenerativa e protusão cervical em todas as vertebras cervicais e lombares. faço acompanhamento com reumato e ortopedista que ja solicitaram ao medico do trabalho que me encaminhem para readaptação. na ultima pericia 07/07 o perito do inss me deu alta mesmo com ressonâncias e laudos atestando minha incapacidade laboral. Estou perdida, pq o médico do trabalho me deu apto e o inss me da alta e eu continuo fazendo fisioterapia, tomando medicações para dor a base de opioide pq se não tomar tenho dores insuportáveis. Pergunta: o médico do trabalho pode negar pedido de readaptação do meu médico assistente ao invés de me encaminhar para readaptação. segundo o reumato minha doença é crônica e tenho que evitar certos movimentos. Como evito certos movimento trabalhando com crianças que precisam fazer movimentos para realizar atividades lúdicas? ao passo que se eu volto pra sala de aula não posso me negar a realizar atividades motoras e lúdicas que são necessárias ao aprendizado do aluno.

    Responder
  43. José Geraldo dios netto

    Era operador máquinas navio (mercante ) 19 anos de trabalho embarcado fui acometido várias doenças coluna hérnias protusoes tenossinovite mãos, prótese quadril em 2008 entrei aux doença INSS após não aguentar mais trabalhar lá ,fiquei 3 anos em aux doença e 2 reabilitação profissional e fui aposentado invalidez com 50 anos minha empresa não me aceitou de volta pergunto :
    Nestas novas perícias posso ser reenviado para reabilitação já estou com 53 anos e se receber alta do inss ,na minha empresa eu não passo nos exames medicos, retorno ao trabalho ,que é realizado independente por uma empresa ligada a Petrobrás meu quadro estável devido tratamentos
    Se reenviado a reabilitação ou alta como devo proceder (justiça federal )?

    Responder
  44. Miguel

    Bom dia
    perdi um dedo do pé (Halux) por ser diabético, minha pergunta é, sou técnico em nutrição e trabalho em pé e com sapato de segurança estou afastado pelo inss, faz 4 meses, tenho possibilidade da fazer reabilitação profissional?

    Responder
  45. Daniele

    Fiz a reabilitação e já estou de alta…quanto tempo leva para o INSS me depositar o auxilio transporte e o auxílio alimentação? E quanto é o valor do auxílio alimentação?

    Responder
  46. Tiago Gomes de Oliveira

    Ola sofri um acidente de trabalho em 2012 onde quebrei meu cotovelo e perdi parte dos movimento extenção e rotação me afastei da enpresa e voltarei agora em agosto sei que tenho um ano de estabilidade de enprego mas a enpresa se negou a me oferecer um novo cargo falando que não tinha um cargo conpativel com minha deficiencia provavelmente após um ano eles me demitam oque irá acontecer comigo ?.

    Responder
  47. Jose Antonio

    olá gostaria de saber tenho um irmão que teve acidente de trabalho em 2008 e durante seu tratamento ele foi mandado embora da empresa e entrou na justiça ficou em auxilio doença e tratamento durante 3 anos e foi feita reabilitação do inss e não arrumaram nada pra ele e depois constatado de que não poderia reablitar o inss aposentou ele em 2013 por invalidez ele poderá ser chamado pra nova pericia obrigado.

    Responder
  48. Alex bispo

    Olá boa tarde! Me chamo Alex bispo, sou deficiente físico com uma das pernas a direita amputada, eu tenho uns 4 meses que conclui a fase de reabilitação profissional com uma perícia médica. Segundo a lei diz que tenho direito e é obrigação do INSS me dar um curso, ou um emprego e eles até agora não resolveram essa pendência comigo, trabalhar eu quero e muito, mas KD, a lei diz que tenho direito, hj recebo auxílio invalidez, gostaria de saber, qual atitude devo tomar? Procurar a justiça ou a imprensa? Me dê esse apoio por favor!

    Responder
  49. michael bispo

    ola! gostaria de saber uma coisa, recebo auxilio doença pela empresa a 3 anos, agora o inss me colocou na reabilitação só que a empresa que eu trabalhava abriu falencia e agora como posso fazer, porque não tem nenhum responsável pela empresa e agora?

    Responder
  50. francisco carvalho de souza

    Francisco carvalhovde souza,trabalhava numa empresa fui demitido com epicôdilo(dendiniti) no braço direito. Já tem um ano e três meses.ai pedi auxilio doênça o INSS me negou agora entrei com advogado ,e coloquei a empresa na justiça e vai para segunda audiência e fevereiro de 2017
    O que vai acontecer agora nessa situação?

    Responder
  51. Luisa Nunes

    MINHA CARTEIRA FOI ASSINADA EM 16/04/1984 ATÉ 1997.1998 E 1999 CONTRIBUIÇÃO ENCARGOS SOCIAIS. EM MEU CNIS APARECE TAMBÉM O ANO 2000. PROFESSORA SALA DE AULA SÉRIES INICIAIS. EM 01/07/2003 A 30 12/2010 RPPS 20% INSALUBRIDADE. DE JANEIRO 2010 A MAIO DE 2013 CONTRATO ADMINISTRATIVO VIA PROCESSO SELETIVO.EM 01/04/2013 TIREI FÉRIAS E NÃO CONSEGUI RETORNAR COMO AGENTE SE SAÚDE. DESDE MAIO DE 2013 ENTREI EM AUXÍLIO DOENÇA NUM QUADRO DEPRESSIVO BEM COMPLICADO. FIZ PERÍCIA VIA JUDICIAL E ESTOU RECEBENDO PELO INSS. TENHO COMO DEVIDO A INSALUBRIDADE PEDIR APOSENTADORIA?
    GRATA

    Responder
  52. Leona

    Sou aposentada por invalidez mas tomo meus remédios para problema psiquiátrico e estou bem, será que se o perito me dispensar do benefício, tenho direito de reabilitação ?

    Responder
  53. Lais

    Minha mãe sofreu um acidente, e teve o nervo e veia do braco esquerdo atingido e realizou um cirurgia, mais ficou com sequelas, perdeu força, a sensibilidade, o medico dela disse que ela não pode trabalhar, realizou ate um exame que comprova a sua falta de força, sensibilidade, mas o INSS não quer aposentar, quer q ela faça a realitacao o que ela deve fazer???

    Responder
  54. raimundo silva

    Tenho 48 anos de idade e 27 de contribuições, tenho perda auditiva sensorial total ouvido esquerdo e leve ouvido direito ou seja bilateral…passei no perito de 12/09/2016, apresente exame laboratorial com a perda desde 2001, após o mesmo analisar , pediu pra me marca com assistente social em outro posto porque naquela unidade não, ou seja foi marcado para 15/12/2016, foi dado entra em aposentadoria por tempo de contribuição portadores de deficiência, hoje aparece no sistema quando consulto beneficio habilitado, gostaria de saber o que vai acontecer?

    Responder
  55. Joeliton

    sofri um acidente de trabalho em Junho/2012 e uso protese de umero e placa com parafusos no braço E. Estou hoje com atrofia muscular, perdi 70% dos movimentos, sinto dor constante, uso medicação. Junho/16 me enviaram para Reabilitação e me passaram para a pericia. Pergunto: tenho direito ao auxilio acidentario ou de invalidez permanente?

    Responder
  56. Edenise Giusti

    Boa tarde.
    Por favor, a equipe de medicina e segurança do trabalho da minha empresa pode realizar a minha reabilitação e depois solicitar a homologação do INSS?

    Responder
  57. Nelio

    Olá à todos! por favor algum que ler meu texto se puder me ajudar fico grato.
    Após um acidente sofrido ano passado eu apesar de desempregado tinha qualidade de segurado, dei entrada no auxílio doença após um ano e oito meses agora foi cessado com motivo de falta de incapacidade laborativa. O médico do SUS que me atendeu me deu Cid s42.7e s43. Apesar de não poder trabalhar como pedreiro que é minha função eu estava por livre e espontânea vontade me reabilitando fazendo um curso de técnico em edificações em outra cidade, mas esse não deveria ser o papel da previdência social? e agora estou sem poder tanto trabalhar quanto ir ao curso por ser pago o transporte não sei o que eu faço agora entrei com recurso e só vão me atender 2 fevereiro 2017 o que eu faço pra reestabelecer meu benefício tenho dois dependentes menores devidamente matriculados na rede de ensino estou precisando disso pra mim sustentar meus filhos me ajudem? art62 lei8213/91

    Responder
  58. Luiz Marcelo A. Ormond

    Fico impressionado o quanto o INSS arrecada e ninguém consegue ter seu direito rspeitado quando necessita do órgão. Como sempre, o cidadão brasileiro só toma…

    Responder
  59. Cíntia dos Santos Fecundes

    Tive uma perícia e o médico disse que me daria alta e que uma carta chegaria em meu endereço dizendo em que data cortaria o benefício, porém meu médico que faço acompanhamento fez um laudo dizendo que não posso voltar a exercer atividade de labor, então fiquei sem saber o que fazer. A carta já chegou e em Janeiro de 2017 é cortado, e nenhuma empresa irá me contratar sabendo do problema crônico que tenho devido a um acidente motobilístico.
    Me disseram que o INSS tem esse programa de reabilitação profissional e que encaminham para trabalho mediante o que dá para ser feito com o problema de cada pessoa. Mas se o perito não me encaminhou para isso, como faço pra correr atrás e conseguir? Porque sei que para eu conseguir me afastar novamente seria apenas gastando o que não tenho com advogado. O que posso fazer em relação a isso?

    Responder
  60. Jhennyffer

    Estava afastada pelo inss, entrei para reabilitação e consegui outro cargo na empresa no qual todos que exercem essa função ganham r$1.800,00 porem eu ganho R$1.176,00 isso pode acontecer?! Todos nós exercemos a mesma função!

    Responder

Comentário