Como fazer Mapa de Risco – Passo a Passo


Então, como fazer mapa de risco? Uma pergunta bastante comum de ser realizada por alguns estudantes e profissionais da área de segurança do trabalho.

Em virtude disso, descreverei nesta publicação sobre como fazer Mapa de Risco – Passo a Passo, no entanto visando o seu melhor entendimento sobre o tema, recomendo que leia antes outra publicação do Blog Segurança do Trabalho referentes ao mapa de risco. Para isso, por favor, acesse: O que é Mapa de Risco?

Como fazer Mapa de Risco

  • Neste item abaixo, descreverei como fazer mapa de risco – passo a passo:

1º PassoConhecer o processo de trabalho da empresa analisada, assim como os seguintes aspectos abaixo:

  1. O número de trabalhadores por ambiente de trabalho e ao total na empresa;
  2. Os equipamentos, procedimentos e materiais utilizados no exercício do trabalho;
  3. As atividades exercidas pelos trabalhadores;
  4. As características de cada ambiente de trabalho.

2º Passo – Identificar os riscos existentes em cada ambiente de trabalho com auxilio da tabela de classificação dos riscos ambientais abaixo:

classificação dos riscos ambientais
*Portaria n.º 25, de 29 de dezembro de 1994.

Além disso, utilize como auxílio na identificação dos riscos ambientais outros levantamentos ambientais já realizados, assim como as declarações dos trabalhadores expostos aos mesmos riscos no ambiente de trabalho.

É importante destacar, que na elaboração do mapa de risco não será necessário realizar avaliação quantitativa, somente avaliação qualitativa pelos os trabalhadores da CIPA, juntamente com a participação do maior número possível de trabalhadores e com assessoria do SESMT (onde houver).

⇒ Leia também: O Que é Avaliação Qualitativa e Quantitativa?

3º Passo – Estabelecer a intensidade da presença dos riscos identificados durante o passo anterior (2º passo) através do uso de círculos, especificamente, 3 (três) círculos:

*Gradação dos Riscos.
  • Círculo Pequeno – Para intensidade ou presença baixa do risco no ambiente de trabalho;
  • Círculo Médio – Para intensidade ou presença regular do risco no ambiente de trabalho;
  • Círculo Grande – Para intensidade ou presença excessiva do risco no ambiente de trabalho.

*Observação: É importante destacar que existe outros métodos ou símbolos para indicar a intensidade do risco em determinado ambiente de trabalho. No entanto, o uso dos círculos é o mais comum.

4º Passo – Escolher um programa de computador que esteja mais familiarizado para desenvolver o mapa de risco, por exemplo: o Microsoft Visio Viewer, AutoCAD, CorelDRAW, etc.

5º Passo – Através do layout da empresa elaborar o mapa de risco, descrevendo os seguintes itens abaixo:

  1. Indicar o grupo em que o risco pertence, conforme a tabela de classificação dos riscos ambientais demonstrada no 2º Passo;
  2. Estabelecer a intensidade da presença do risco no ambiente de trabalho, conforme gradação ou graduação dos riscos (círculo pequeno, médio e grande);
  3. Definir a cor em que o risco pertence, conforme a tabela de classificação dos riscos ambientais demonstrada no 2º Passo;
  4. Estabelecer o número de trabalhadores expostos ao risco, o qual deve ser anotado dentro do círculo;
  5. Especificar o agente causador dentro do círculo, por exemplo: ácido clorídrico, ergonômico-repetividade, ritmo excessivo, etc;

Vídeo Aula – Como fazer Mapa de Risco

Para ampliar o seu conhecimento acerca de como fazer um mapa de risco, disponibilizaremos também uma vídeo aula bastante explicativa, elaborada pelo CEFET-RJ. Para assistir a vídeo aula, por favor, acesse: Vídeo Aula – Como fazer Mapa de Risco.

Modelo Mapa de Risco

  • Para realizar o download do modelo de mapa de risco, acesse:

⇒ Modelo de Mapa de Risco.


Veja também

Comentários

  1. clovis pacheco

    Estou com um pouco de dificuldade pra avaliar como devo apresentar meu mapa de risco.. É para uma escola de gastronomia voltada a.criança carente. No mapa devo classificar como escola gastronomia ou cozinha industrial

    Responder
  2. sington diamantino

    gostaria de ser grande técnico de saúde e segurança no trabalho.e bom conhecer vos riscos existentes no seu local de trabalho.

    Responder

Comentário